CASA E DECORAÇÃO/ LANÇAMENTOS NetChairs lança linha de tapetes feitos à mã

tapete-indiano-ethnic-rug-multi-2
destaquesp.com

Fabricados com seda, algodão, fibra vegetal, juta ou lã a linha de tapetes indianos são novidades da NetChairs em artigos de decoração para casa. Peças exclusivas com diferentes cores e texturas, alta resistência e durabilidade são características.  Fevereiro, 2016 – Os tapetes já deixaram de ser meros acessórios para aquecer e demarcar os ambientes para serem peças de destaque na decoração. Fabricados à mão e com matéria prima de alta qualidade apresentam durabilidade e encantam o público mais seleto. É a aposta da NetChairs, loja virtual de móveis de alto padrão para casa e escritório, que acaba de lançar a sua primeira linha de peças decorativas com coleção de tapetes indianos que esbanjam sofisticação e estilo. Eles atendem do estilo mais moderno ou clássico e se destacam pela exclusividade nas estampas além da variedade de cores e texturas. “Depois de lançarmos a coleção de móveis em estilo nórdico trazemos ao mercado brasileiro mais produtos exclusivos que já estão fazendo sucesso junto a arquitetos, designers e o público final. São tapetes nobres produzidos artesanalmente com materiais de altíssima qualidade”, conta o diretor da NetChairs Cristiano Winckler.     Tapetes com estampas, nuances e cores variadas Das tramas macias do algodão, da lã, da seda ao uso da juta; da fibra vegetal com Denim reciclado ao algodão. São quase vinte opções para escolher o tapete ideal para dar aquele charme na decoração da casa ou do escritório. “Os tapetes da coleção da NetChairs tem algumas peculiaridades como é o caso do modelo Silk Lane confeccionado com seda. Devido ao aspecto brilhante e lustroso do material, dependendo do ângulo em que se observa a peça, ela tem a sua coloração alterada. Outro modelo interessante é o Bengal que é feito com fibra vegetal e o Denim reciclado que proporciona a exclusividade ao tapete já que dificilmente irá se conseguir a mesma textura em peças diferentes”, destaca Cristiano Winckler. Na hora de escolher é importante estar atento a combinação entre a cor do tapete e a dos móveis para não sobrecarregar o ambiente. Outra dica importante de profissionais da área é deixa-lo como um dos últimos itens a entrar na casa ou escritório para não errar na harmonização, além de preencher e deixar o ambiente mais aconchegante. Sobre a NetChairs Referência em comércio eletrônico no país a empresa tem como filosofia a qualidade, a durabilidade, o alto padrão nos produtos e atendimento personalizado, desde o processo da compra até a segurança na entrega e pós vendas. Distribui para todo o Brasil e é especializada em um nicho específico de mercado: cadeiras de escritórios, móveis e decoração premium, para um perfil de público exigente. Acesse: www.netchairs.com.br Fonte: Assessoria de Imprensa | Rotas Comunicação Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

by Agência Receptiva | Published 2 dias ago
celular-telefone-android-Spencer-PlattGetty-Images980-980x345

Tentativas de golpes na internet pode crescer até 11% este ano

Um estudo feito pela ClearSale, empresa especializada em soluções de prevenções à fraude, prevê que as tentativas de golpes on-line via aparelho móvel devem chegar a 18% do total neste ano. Em 2014, o número foi bem menor, cerca de 7%. Comparando os períodos, o crescimento pode atingir 11%. O especialista em e-commerce e CEO da Rebellion Digital, Fernando Mansano, orienta os usuários a nunca clicar em links ou baixar arquivos de e-mails desconhecidos. O consultor lembra que os internautas devem comprar sempre em sites confiáveis. É importante verificar se a empresa realmente existe. “Evite adquirir mercadorias, entrar no site de bancos ou digitar dados sigilosos quando estiver em computadores públicos ou compartilhados, pois pode ser que o aparelho já esteja contaminado com aplicativos maliciosos que roubam seus dados para a prática de fraudes on-line. Não se esqueça, os antivírus devem estar sempre instalados”, explica Mansano. As fraudes pela web não ocorrem só por meio de invasão a dispositivos, mas podem ser efetuadas por sites fraudulentos, e-mails falsos e com o roubo de informações de outras fontes a partir de operações não autorizadas pelo titular da conta. Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

thumb_1441372922222048

Farroupilhense é o 16º bilionário na lista da Forbes/Brasil

Criador da maior fábrica de calçados do Brasil em parceria com o irmão gêmeo Pedro, o empresárioAlexandre Grendene Bartelle, 65 anos, de Farroupilha, é o 16º homem mais rico do Brasilsegundo a Lista 2015 de Bilionários Brasileiros, divulgada essa semana pela Forbes Brasil. O ranking revela que 80 dos 150 bilionários brasileiros ranqueados no ano passado tiveram seu patrimônio aumentado ao longo do último ano, mesmo com os solavancos no mercado.   O topo da lista é ocupado três empresários da AB Inbev. O patrimônio de Jorge Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira praticamente duplicou desde o ano passado — em boa parte, na carona da alta do dólar, já que gorda fatia de seus investimentos está fora do país. No Brasil alguns bilionários tiveram suas fortunas catapultadas por uma disparada no preço das ações de suas companhias.   Os casos de galope de cotações foram poucos, mas reluzentes: JBS, Klabin, Raia Drogasil, Suzano, Ultrapar e Weg, que tiveram acentuada engorda do valor de mercado. Somado, o patrimônio dos 160 bilionários brasileiros da lista 2015 alcança cerca de R$ 806,66 bilhões, cifra equivalente a 14,66% do PIB brasileiro no último ano. Detalhe: os dez primeiros colocados da lista respondem sozinhos por cerca de 40% do total. Neste ano, Alexandre Grende Bartelle será o homenageado da Câmara de Indústria Comércio e Serviços (CICS) de Farroupilha que promove, anualmente, o Troféu Empreendedor que tem por objetivo reverenciar os empresários associados que contribuíram com para o desenvolvimento de sua empresa, em especial nos aspectos de empreendimentos, conquistas de mercado e competitividade.   O título ‘’Empreendedor’’ é concedido desde 1992 , neste ano de 2015 o escolhido pelo voto das empresas associadas a CICs foi Alexandre Grendene Bartelle, um dos fundadores da Grendene. A entrega do prêmio acontece no dia 22 de outubro no centro de eventos do Parque Cinqüentenário. Grendene, que conquistou a 16ª posição tem diversificado seus negócios ao longo dos últimos anos. Além da fabricante de produtos famosos como Melissa e Rider, Alexandre também é dono da indústria de móveis Unicasa (leia-se Dell Anno), da Agropecuária Jacarezinho e de uma participação no Conrad, cassino-resort de Punta del Este.   Em sociedade com a Votorantim, ingressou no mercado siderúrgico com a Sitrel, em Três Lagoas (MS), e em 2015 abriu em São Paulo a primeira loja mundial da TOG, uma marca de móveis de design que criou em sociedade com o renomado Philippe Starck. Neste ano, Grendene incorporou ao seu patrimônio um iate de luxo de R$ 253 milhões, o maior já saído do estaleiro holandês Amels.   Fonte/Foto: Leouve / Forbes Brasil Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

Down-Graph-Red-Arrow2

Exportações de móveis têm em maio mais uma retração

Redução nas vendas externas ocorreu em todos os meses de 2015 As exportações do setor moveleiro nacional tiveram, em maio, nova queda na comparação com o ano passado. Com pouco mais de US$ 250 milhões embarcados nos primeiros cinco meses de 2015, a retração é de 7,4% em relação aos US$ 270 milhões de 2014. O Rio Grande do Sul também registrou a mesma situação, com as vendas para o exterior caindo 5,4%, atingindo US$ 77 milhões, abaixo dos US$ 81,6 milhões do ano anterior. Os maiores importadores do mobiliário brasileiro seguem sendo Estados Unidos, Reino Unido e Argentina. Os americanos têm comprado mais em 2015, atingindo em maio US$ 51 milhões, 21% a mais que no ano passado. As compras do Reino Unido apresentaram estabilidade, com oscilação positiva de 1,4%. Já os argentinos compraram menos no 5º mês, chegando a US$ 28,7 milhões, 27% abaixo de 2014. O país que mais aumentou o volume percentual de importações foi Cuba, e atingindo o montante de US$ 4,25 milhões (102%). Logo em seguida, com importações de móveis 55% mais altas, vem o México, com US$ 3,2 milhões. Houve redução em oito dos 14 países monitorados, com quedas expressivas registradas nas vendas para Angola (-73%), França (-32%) e Venezuela (-29%). As exportações gaúchas tiveram como principais destinos o Reino Unido, com US$ 11,7 milhões, Peru, com US$ 10,5 milhões, e Estados Unidos, com US$ 9,3 milhões. Deles, apenas os americanos compraram mais que no ano passado, aumentando as importações em 28%. Reino Unido comprou 4,6% menos e Peru -1%. Cuba mais que dobrou suas importações no período, chegando aos US$ 3,8 milhões. Os dados foram divulgados no relatório de exportação contabilizado pela Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul (Movergs), em conjunto com o Centro Gestor de Inovação (CGI Moveleiro) e a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Fonte: Exata Comunicação Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

anatel-telefonia-Sinclair-Maia-Divulgacao620-300x162

Oi descumpre metas e Anatel determina que chamadas de telefones públicos sejam gratuitas

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) determinou que ligações feitas em telefones públicos da Oi sejam gratuitas em 15 Estados a partir desta quarta-feira, após a operadora não ter atingido níveis mínimos de disponibilidade do serviço nessas regiões. “A medida é resultado do trabalho da Anatel no monitoramento dos patamares mínimos de disponibilidade dos telefones públicos da concessionária em sua área de atuação”, disse o órgão regulador em comunicado à imprensa nesta quarta-feira. A disponibilidade dos aparelhos deve ser de no mínimo 90 por cento em todos os Estados e no mínimo 95 por cento nas regiões atendidas somente por telefones públicos, segundo a Anatel. A Oi não atingiu os níveis mínimos de disponibilidade nos Estados do Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe, segundo a Anatel. A operadora informou no final desta tarde que vai cumprir a determinação da Anatel, mas afirmou que a medida é temporária e permanecerá em vigor “até que os patamares de disponibilidade de orelhões nestes Estados estejam nos níveis indicados pela Anatel”. A empresa não precisou quando isso será atingido. No balanço da Oi de quarto trimestre, a empresa listou base de 653 mil telefones públicos, ante 655 mil no mesmo período de 2013 e 771 mil no final de 2011. A base total desses aparelhos no país é de 826 mil atualmente, informou a Anatel. Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

empregos

Depois da Lava Jato, construção civil perde 250 mil empregos em cinco meses

Depois da operação Lava Jato, que investiga escândalo de corrupção envolvendo Petrobras, políticos e empreiteiras, o setor da construção civil registrou um saldo negativo de 250 mil empregos formais nos últimos cinco meses (de outubro a fevereiro). Os dados são do Caged (cadastro de empregados com carteira assinada, do Ministério do Trabalho) Para as federações de trabalhadores, a redução é um reflexo direto da crise na Petrobras -a mesma opinião do ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias. Já para os empresários, a queda se deve à falta de investimentos e atraso de pagamentos do governo. De acordo com o Caged, o estoque de empregos com carteira assinada na construção foi reduzido em 10% nos últimos meses, o maior índice entre todos os setores destacados. A primeira fase da Lava Jato ocorreu em março de 2014, mas as delações premiadas começaram a vazar durante setembro/outubro. Segundo federação, Petrobras tem contrato com 70% do setor Para o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada, Vilmar Santos, “a Lava Jato é disparado o maior problema” das demissões. “[Porque] 70% do setor tem contrato com a Petrobras. Na prática, estamos vivendo uma crise institucional e da engenharia nacional, sem perspectiva a médio prazo”, diz. Santos afirma que, para o trabalhador, a mudança pode ser sentida na falta de recolocação no mercado após a finalização de uma obra. “Há quatro anos, o trabalhador saia da obra de Santo Antônio e ia para Girau, depois ia para São Domingo, depois Comperj [Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro]. Ou seja, a rotatividade era alta, mas havia onde se recolocar. Hoje não tem. E o que é pior: em muitos casos, as obras da Petrobras param e sequer as empresas estão pagando as rescisões contratuais”, disse. Opinião parecida tem o presidente da Confederação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores na Indústria da Construção e da Madeira, Cláudio Gomes. “Praticamente todos os grandes contratantes eram das obras da refinaria, e essas obras pararam ou entraram num ritmo de desaceleração”, disse. Na prática, Gomes afirma que o maior prejuízo ocorreu porque a Petrobras suspendeu o pagamento de aditivos (acréscimos aos contratos). Segundo ele, a obra era licitada e, à medida em que recebiam esses acréscimos, as empresas usavam o dinheiro. Como houve suspensão de todos os acréscimos, as empresas deixaram de pagar os trabalhadores. O sindicalista acredita que o único setor não afetado foi o imobiliário. “O que ameniza são obras habitacionais. O governo não fez contingenciamento [cortes] nesses recursos.”   Carlos Madeiro Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

EXPOBENTO – 26ª edição aponta espaços concorridos e renovação de expositores com novidades para um público estimado em 200 mil pessoas

!cid_image001_jpg@01D15440

2016 inicia acelerado Crise é uma palavra que não faz parte da ExpoBento. Pelo contrário, o ano começa acelerado para quem faz parte da maior feira multissetorial do Brasil. Trazendo múltiplas oportunidades para micro, pequenas, médias e grandes empresas, a ExpoBento chega como uma excelente ferramenta para quem deseja crescer, ampliar sua rede de clientes e fortalecer parcerias. Mais de 60% dos espaços já estão ocupados por marcas que querem vender para um público comprador estimado em mais de 200 mil pessoas.   A chance de estar frente a frente com um grande público com perfil comprador atraiu a atenção de empresas que nunca antes participaram da feira, registrando até o momento uma renovação de 30% dos expositores. Para os visitantes isso se traduz em novidades, diversificando a feira a cada edição.   Os espaços mais disputados são os que integram o Pavilhão A, Moda e Variedades, restando poucas opções para quem resolveu deixar de locar o estande em 2016. José Carlos Zortéa, responsável pela comercialização, alerta as empresas interessadas para que aproveitem para escolher os melhores espaços entre os restantes e ainda assegurar um parcelamento até maio. “Quem deixar para a última hora, além de correr o risco de não ter nenhum estande disponível, não terá a possibilidade de parcelamento”, destaca.   A comercialização também está aberta para projetos como Agroindústria, Vinícolas, Gastronomia, Salão Automotivo e Salão do Imóvel), que formam o mix da feira, seguindo a proposta de ser um evento para a família para atender diferentes gostos e idades.   Cabe destacar que as empresas associadas ao Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC/BG) – entidade promotora -, ainda contam com o benefício de um desconto que pode chegar a 5% no valor do metro quadrado   A 26ª edição, que será realizada de 2 a 13 de junho, terá um dia a mais devido ao feriado municipal do Padroeiro da cidade, Santo Antônio (13 de junho). Na última edição, os 201.776 visitantes vieram de 360 cidades de 10 estados (RS, PR, SC, SP, RJ, MG, PI, GO, BA e ES), além do Distrito Federal. Este foi o maior público da história da feira, mais um desafio para a diretoria de 2016, que trabalha para seguir inovando. O compromisso ganha respaldo de mais de 450 expositores que todos os anos veem na feira a grande oportunidade para bons negócios e reforço de marca. Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

FIEMA Brasil 2016 – FiemaCon reúne conhecimento e tecnologia

1445001558767424

  O compromisso da FIEMA Brasil com a gestão ambiental aparece em diversas ações que estão sendo preparadas para a edição de 2016. Mais do que informação, o evento promove a oportunidade de transformar o conhecimento em negócios. Entre os destaques está o FiemaCon – um palco para reunir tecnologia e experiências sobre inovação e sustentabilidade. O projeto ocorre concomitante à sétima edição da FIEMA Brasil, de 05 a 07 de abril, no Parque de Eventos em Bento Gonçalves. Diante dessa poderosa fonte de informação atual e relevante, o FiemaCon engloba eventos que ocorrem em simultânea a feira, entre eles: o 5º Congresso Internacional de Tecnologia para o Meio Ambiente, 4º Seminário Brasileiro de Gestão Ambiental na Agropecuária e 4º Seminário de Segurança do Trabalho. Durante as programações, palestrantes notoriamente reconhecidos, como líderes sustentáveis de renome nacional e internacional, compartilham conhecimentos, debatem sobre os principais desafios do setor e projetam alternativas para gestão ambiental. Os interessados em participar da próxima edição do FiemaCon poderão efetuar sua inscrição de acordo com os temas de sua preferência – ou seja, a pessoa opta pelo evento desejado em cada dia de programação. O certificado de presença será emitido conforme suas escolhas. Para os que se cadastrarem até o dia 04 de março o passe de estudante custa R$ 150 (ou R$ 75 por dia) e o passe profissional R$ 300 (ou R$ 150 por dia). Após esse período os valores sofrem aumento de 20% até a data da feira. As inscrições poderão ser feitas a partir de 18 de janeiro, no site www.fiema.com.br em FiemaCon.   SERVIÇO: O quê: FiemaCon Quando: 05 a 07 de abril Onde: Parque de Eventos – Bento Gonçalves Informações: www.fiema.com.br/fiemacon   PROGRAMAÇÃO Conheça os eventos do FiemaCon   5º Congresso Internacional de Tecnologia para o Meio Ambiente: ao promover um debate sobre gestão ambiental em tempos de crise, a 5ª edição do congresso aborda a temática de resíduos, águas e efluentes frente à escassez de recursos naturais. Sob a ótica de diferentes profissionais, o encontro promove uma discussão a respeito dos caminhos da gestão ambiental além da sua dimensão econômica, mas seus aspectos ambientais. Dividido em três eixos (Águas, Efluentes e Resíduos) o Congresso abre inscrições a partir de 18 de janeiro de 2016. Nos intervalos, o Congresso conta com uma Sessão de Pôsteres que reúne os trabalhos do evento e seus autores em uma exposição.   4º Seminário Brasileiro de Gestão Ambiental na Agropecuária: neste ano, o Seminário propõe-se a abordar o desafio da gestão ambiental na agropecuária, cada vez mais questionado nos fóruns técnicos, políticos e sociais. Associa o conceito de sustentabilidade com a necessidade de alimentar uma população crescente, sobretudo considerando a condição brasileira de ser um dos players mundiais na produção agropecuária.   4º Seminário de Segurança do Trabalho: essencial para o desenvolvimento das empresas, a segurança do trabalho ganha destaque durante o FiemaCon. A quarta edição do seminário ressalta a importância da segurança nas empresas, seus benefícios e ganhos para o meio ambiente.     Bárbara Salvatti Exata Comunicação (54) 3055.2225 Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

Grupo Ueba realiza apresentação inédita em Bento Gonçalves!

!cid_E02ED913CDDE42A6934230000F117CB6@AlineZilliNote

O Grupo Ueba Produtos Notáveis apresentará o espetáculo “A Mãe e o Monstro” em Janeiro e Fevereiro de 2016 na serra gaúcha e em Porto Alegre através do financiamento do Financiarte de Caxias do Sul. A circulação contemplará 08 apresentações em 06 diferentes cidades: Caxias do Sul, Porto Alegre, Farroupilha, Flores da Cunha, São Marcos e Bento Gonçalves. A passagem por cada uma das cidades será marcada por apresentação gratuita do espetáculo “A Mãe e o Monstro” seguida de debate aberto ao público com o dramaturgo e a atriz da peça, sendo que em Caxias do Sul e Porto alegre serão realizadas duas apresentações. “A Mãe e o Monstro” já integrou a programação do Festival de Teatro de Rua de Porto Alegre e viajou para o interior do Amazonas para levar sua mensagem as comunidades ribeirinhas na cidade de Tefé, integrando o evento “Seminário Mulher, Justiça social e participação popular”, além de ter apresentado em Caxias do Sul em outras oportunidades. A dramaturgia de Jonas Piccoli aborda o universo de uma mulher que sofreu agressões psicológicas e físicas, mas que deu um jeito de enfrentar e superar estas situações e agora compartilha sua experiência com o público, fazendo seu grande espetáculo. Para a atriz Aline Zilli, “interpretar a Dona Coisinha é expor um pouco do que se passa por baixo dos panos nas relações humanas e suas monstruosidades”. Este espetáculo solo utiliza-se da figura do bufão, um ser grotesco e excluído que faz críticas e denúncias sociais utilizando a comédia e o sarcasmo para manter-se vivo. Espera-se não apenas contribuir para a difusão da arte e do fomento de uma reflexão local, mas também resignificar e enriquecer o estudo realizado pelo grupo Ueba Produtos Notáveis através do bate papo após a a apresentação. O projeto tem o Financiamento da Prefeitura Municipal de Caxias do Sul – Secretaria de Cultura através do Financiarte e conta com a parceria da Rádio UCS FM, do SESC – Fecomércio e das Prefeituras envolvidas. A realização é do Grupo Ueba Produtos Notáveis. Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

Produtos_16

Uvas para colher e saborear

Turistas podem viver experiência nos vinhedos no entorno do Castelo Peterlongo Está aberto o período da colheita para turistas na Vinícola Peterlongo, em Garibaldi, na Serra Gaúcha. Integrando as comemorações de seu centenário, a vinícola leva visitantes para os vinhedos, que abraçam a maior construção basáltica das Américas, o Castelo Peterlongo, construído em 1930, seguindo padrões da região de Champagne (França). A programação segue até dia 13 de março, das 9h às 16h, com agendamento prévio. Embriagados pelo aroma das uvas, os turistas podem caminhar entre os vinhedos e comparar as diferenças entre as variedades. Todas americanas, as uvas podem ser colhidas e saboreadas. As tintas Concord, Bordô, Isabel Precoce, Moscato Bailey e BRS Carmem e a branca BRS Lorena dão o colorido da vindima, exalando o cheiro característico da fruta, um convite a uma vivência sensorial inesquecível regada a muita cultura e uma história centenária. Essas uvas foram escolhidas por terem períodos de maturação distintos, o que permite aos visitantes acompanhar o processo de amadurecimento, além de escolher cinco cachos como recordação. Para viver a experiência da colheita e degustação de uvas no vinhedo é necessário agendamento prévio, além de um mínimo de seis pessoas. O passeio, que dura em média 1h40min, é guiado por um sommelier ou enólogo e inclui visitação pelo interior da vinícola, passando pela cave subterrânea e, ainda, degustação de vinhos, espumantes e suco de uva. SERVIÇO O que: Vindima Peterlongo Onde: Vinícola Peterlongo – Rua Manoel Peterlongo Filho, 216 – Centro – Garibaldi/RS Quando: de 25/01 a 13/03/2016 Horário: das 9h às 16h, sob agendamento de grupos pelo fone (54) 3462.1355, ramal 213 Valor: R$ 20 por pessoa Imagem: Divulgação Peterlongo Fonte:Conceitocom Brasil   Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

Do Pantanal ao Araguaia, Mato Grosso oferece opções de turismo em todas as regiões

Único estado brasileiro composto por três biomas: Pantanal, Cerrado e Amazônia, opções não faltam em todas as regiões de Mato Grosso para quem deseja conhecer os inúmeros atrativos turísticos do Estado e aproveitar o descanso no feriado de Carnaval com uma experiência única. Começando por Cuiabá as atividades vão desde a contemplação da fauna e flora, no Pantanal; passando pelos esportes radicais como rafting e rapel no município de Jaciara até o misticismo e as belas praias de água doce da região do Vale do Araguaia. Cuiabá Localizada no centro da América do Sul é a porta de entrada para quem deseja conhecer todas as belezas de Mato Grosso. Com quase 300 anos de existência, Cuiabá aflora como uma das capitais mais efervescentes do país, uma combinação de história, modernidade, vida cultural, sabores, diversão e negócios. São igrejas e templos religiosos, museus, praças, monumentos e comunidades tradicionais, tudo isso aliado a uma gastronomia ímpar, rica em peixes e iguarias regionais, e o agito da vida noturna. Cerrado Segundo maior bioma da América do Sul, o Cerrado é berço de rios de corredeiras, cachoeiras excelentes para a prática de esportes radicais, árvores, montanhas e fauna e flora de beleza única. Na região, podemos destacar Chapada dos Guimarães, Jaciara e Nobres. Destinos certos para quem deseja cenários paradisíacos, que inspiram a contemplação da natureza. Chapada dos Guimarães – Palco de uma paisagem fantástica e muito misticismo, Chapada dos Guimarães (65 km de Cuiabá) possui vários atrativos turísticos como cachoeiras, cavernas e grutas. Só de paredões são 157 km, como os da Cidade de Pedra, um local com desníveis de até 350 metros com formações rochosas esculpidas pelo vento e pela chuva e que lembram ruínas de uma cidade. Do alto se vê uma bela paisagem habitada por aves como a arara vermelha e, em baixo, o vale onde nascem o rio Mutuca e o rio Claro. Dentro do Parque Nacional, um destaque é o Circuito das Cachoeiras. São sete cachoeiras que podem ser contempladas nesta trilha, como a Cachoeira das Andorinhas. O principal cartão-postal é a cachoeira Véu de Noiva, que cai de uma altura de 86 metros, enquadrados por paredões.   Foto: Lucas Ninno/GCOM Nobres – Em Nobres (150 km de Cuiabá) os visitantes podem nadar ao lado de piaus, pacus, piraputangas, dourados e outras dezenas de espécies de peixes, além de arraias. A paisagem embaixo da água dá a sensação de se estar dentro de um aquário natural desenhado à mão. Além de flutuações em diversos rios e lagoas, a bela cachoeira da Serra Azul é um cenário à parte com sua queda d`água de cerca de 45 metros formando uma lindíssima lagoa de tom azulado. Tirolesas de 150 a 600 metros e descidas com boias por rios que passam por dentro de tuneis e cavernas também fazem parte do roteiro. E para finalizar o dia, há o belo pôr do sol na Lagoa das Araras, onde milhares de araras e pássaros pousam ao entardecer para pernoitarem. Foto: Revista Receptiva Jaciara – A cidade de Jaciara (140 km de Cuiabá) é conhecida como a capital mato-grossense dos esportes radicais. O rio Tenente Amaral oferece opções que vão desde o rafting e canoagem, para os menos aventureiros, ao cachoeirismo ou rapel e o highline, para aqueles que gostam de um pouco mais de emoção. O percurso do rio é bastante complexo com algumas quedas d`água que chegam a três metros para a descida nos botes infláveis. De acordo com o instrutor, Rafael Martins Sonsin, da agência Nativão, o rafting não tem nenhuma contraindicação. “Qualquer pessoa pode praticar, independente da idade”, destaca. Para os mais corajosos, o highline é uma modalidade que começa a ganhar adeptos. Ele tem sido praticado na cachoeira da Fumaça, em um cânion de aproximadamente 45 metros de altura. A modalidade vem sendo praticada há pouco tempo no Estado e já recebe esportistas de várias partes do país em busca de adrenalina. Esse esporte é uma das modalidades do slackline e consiste basicamente em equilibrar-se em uma fita ancorada a mais de 10 metros de altura entre formações rochosas, cânions e prédios. Pantanal Maior área alegável do planeta, não há palavra que melhor exemplifique o Pantanal do que diversidade. São cerca de 650 espécies de aves, entre elas a espetacular arara azul, o tuiuiú (símbolo do Pantanal), e a garça-branca; mais de 260 de peixes, 1.100 de borboletas e 80 de mamíferos, sendo a onça-pintada a maior delas (pode atingir 1,2 metro de comprimento, 85 centímetros de altura e pesar até 150 kg). Saindo de Cuiabá, o município de Poconé (100 km da capital) é tido como a porta de entrada do Pantanal Norte e fica na confluência dos rios Cuiabá e Paraguai. Ao longo dos 147 quilômetros de extensão da Transpantaneira (MT-060), que liga Poconé até a localidade de Porto Jofre, o visitante encontra uma infinidade de pousadas e hotéis e ângulos privilegiados para observar a fauna e a flora locais. Mas outros municípios como Cáceres (220 km de Cuiabá), Barão de Melgaço (110 km de Cuiabá) e Santo Antônio de Leverger (30 km de Cuiabá) também são boas opções. No município de Cáceres, os amantes da pesca podem alugar barco e descer o rio Paraguai, passando dias e noites pescando ou apenas apreciando a paisagem. Proprietário da Pousada Piuval, localizada no início da Transpantaneira, Eduardo Campos, comenta que as opções de passeio são variadas, como o safári fotográfico, passeios de barco, a cavalo, bicicleta e tratrem (um trator que puxa uma carreta em formato de um trenzinho), pesca, observação de pássaros, borboletas e animais, entre muitas outras. “Cada época do ano tem o seu encanto no Pantanal, mas seja na época da cheia ou da seca, o turista encontra uma infinidade de passeios que com certeza farão a visita inesquecível”, comenta Campos. Tão inesquecível que quem já visitou o Pantanal facilmente volta outras vezes. É o caso da turista italiana Nádia Morozzo, que visita o Pantanal pela terceira vez. Segundo ela, o que mais a encanta na região são os animais vivendo livres na natureza. “É belíssimo. Poder ver os animais em meio a natureza é algo único e espetacular, a cada vez que venho, me encanto mais”. Araguaia O Araguaia conta com belas praias, aldeias indígenas, grutas e cachoeiras e abriga a maior ilha fluvial do mundo, a Ilha do Bananal. O Rio Araguaia oferece praias de areia fina e branca. A região é conhecida também por seu misticismo, lendas e mistérios que atraem pesquisadores esotéricos e ufólogos do mundo inteiro. Vale do Aragauaia – Berço dos índios Xavantes e Boróros, são 34 municípios que compõem a região turística do Vale do Araguaia, que conta com belas praias de areia branca e águas calmas e cristalinas, espalhadas pelos municípios de Barra do Garças, Cocalinho, São Feliz do Araguaia, Luciara e Santa Terezinha, entre outros. Barra do Garças – A 510 km de Cuiabá, Barra do Garças forma um dos principais polos turísticos do Vale do Araguaia, juntamente com a cidade vizinha Aragarças, no estado de Goiás. As praias formadas no Rio Araguaia, que separa as duas cidades, têm seu ponto alto durante a Temporada de Praia, que acontece todos os anos no mês de julho, mas são uma boa pedida o ano inteiro. A Serra do Roncador também é ponto turístico da cidade. Com diversas comunidades esotéricas, ela é conhecida como santuário místico no mundo inteiro. Outro atrativo da região é o Parque Estadual da Serra Azul, que em dezembro teve dois atrativos reabertos pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema): duas rampas de voo livre e visitação monitorada ao parque para instituições de ensino. A proposta para o ano que vem é gradativamente dar acesso a novos pontos de visitação, mediante elaboração e execução de projetos que ofereçam melhor estrutura de segurança aos visitantes. Amazônia A maior parte do Norte de Mato Grosso é coberta pela vasta e exuberante Floresta Amazônica. O maior bioma do Brasil conta com 2.500 espécies de árvores e 30 mil espécies de plantas. A densa floresta chega a ter árvores com 50 metros de altura e grandes rios em áreas de preservação como o Parque Estadual do Cristalino e o Parque Nacional do Xingu. O Parque Estadual do Cristalino está localizado na divisa com o Pará, entre os municípios de Alta Floresta e Novo Mundo e conta com pousadas e hotéis que oferecem a experiência de ficar hospedado no meio da floresta. Alta Floresta – Banhada pelo rio Teles Pires, é um dos principais pontos de pesca esportiva no estado, atraindo amantes da pesca de todo o Brasil e de outros países. Internacionalmente reconhecida pela riqueza da fauna e da flora amazônica, bem como da diversidade de aves, atraia ecoturistas, pesquisadores e adeptos de birdwatching (observação de aves). Dentre as 1.600 espécies de aves brasileiras, cerca de 600 encontram-se nesta região. Fotos: GCom-MT/José Medeiros Fonte:Maíza Prioli /Assessoria Sedec-MT Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

Documentário ‘Domadores de Pedras’ mostra riqueza do basalto na Serra Gaúcha

índice

Inspiração para o trabalho surgiu da realização anual do Simpósio Internacional de Escultores, nos Caminhos de Pedra, em Bento Gonçalves   Casas e taipas construídas pelos imigrantes italianos – muitas restauradas e reconstruídas como verdadeiras obras de arte – são muito comuns na Serra Gaúcha, isso porque há milhares de ano o basalto é a pedra típica da região da Serra Gaúcha. E graças a ela que desde 2012 é realizado anualmente o Simpósio Internacional de Escultores, quando artistas de todo o mundo participam do evento e criam esculturas em basalto e acabam levando o nome de Bento Gonçalves (RS) para o exterior. Essa rica e curiosa história agora é contada no documentário ‘Domadores de Pedras: o eixo entre o denso e o belo’, lançado nesse mês de outubro. Bento Gonçalves integra a maior manifestação de derramamento vulcânico do Planeta e essa habilidade em pedra, que vem da pré-história, quando o basalto era utilizado como material para fabricar ferramentas e utensílios para a caça, a agricultura, a domesticação, passando pela época da imigração italiana no Rio Grande do Sul, é contada ao longo dos 56 minutos do documentário. O documentário é uma realização do Instituto Tarcísio Michelon, com a direção de Angela Martins, diretora executiva da entidade, com o financiamento da Secretaria de Estado da Cultura por meio do Pró-Cultura RS e patrocínio das empresasIntral Reatores e Luminárias e Zen Design. De acordo com Angela Martins a história do basalto e suas interferências históricas, culturais e sociais não podem ser esquecidas, mas exaltadas. “Poucos sabem da importância dessa pedra para a Serra Gaúcha, por isso buscamos desenvolver esse documentário como forma de valorizar ainda mais esse material e mostrar a relevância que teve no passado, presente e futuro”, comenta. Arqueólogos, escultores, geólogos, taiperos – profissionais que erguiam muros com pedras encaixadas-, arquitetos e urbanistas, historiadores, filósofos, turismólogos e enólogos são os narradores do documentário e relatam desde a estreita ligação entre pedra e civilização humana, das imponentes erupções de lava que, muito antes do ser humano estrear na natureza, plasmaram o planeta e permanecem em forma de basalto duríssimo por milhões de anos até a paixão pelo esculpir a pedra. Entre os depoimentos do documentário é possível encontrar o relato apaixonado do escultor João BezBatti, a maior referência nacional em basalto e com expressiva representatividade internacional. O escultor, natural de Venâncio Aires, revela toda sua gratidão a Bento Gonçalves, cidade que escolheu para morar, por ter encontrado na cidade o basalto e seu sentido para viver. “Minha vida deu certo porque vim para Bento Gonçalves e encontrei o basalto. Para mim o basalto é a pedra mais linda que existe no Planeta”, declara-se. Para Tarcísio Michelon, presidente do Instituto Tarcísio Michelon, resgatar de um fato, ou seja, da farta riqueza basáltica, outros ricos momentos que fazem parte da história região e ainda é muito presente é incrível. “O documentário comprova o quão rica é nossa história e como o basalto está muito presente na nossa vida, desde quando vamos a um restaurante construído em pedra até a visita a uma galeria de arte em que há obras em basalto”, enfatiza.   O Instituto Tarcísio Michelon O Instituto Tarcísio Michelon (ITM) é uma associação sem fins lucrativos que desenvolve atividades socioculturais direcionadas a crianças e jovens de bairros em vulnerabilidade social de Bento Gonçalves desde abril de 2008. Atualmente, os projetos são desenvolvidos por meio da Escola de Música do ITM em que 170 crianças recebem aulas de teoria musical, musicalização, prática de conjunto e canto coral. Do trabalho desenvolvido há sete anos resultou a Orquestra Filarmônica e Coro Jovem do ITM que integra 50 crianças na orquestra e 35 no coro e realizam apresentações na cidade. Outro projeto do ITM, o Per Sempre Tche, trata-se de um espetáculo cênico musical com direção de Sigrid Nora e roteiro de José Clemente Pozenato, além da participação de um corpo de baile com coreografia de Jair Moraes, coreógrafo do Centro Cultural Teatro Guaíra de Curitiba, Orquestra e Coro do ITM e participação especial de Borghetinho. Esse projeto em específico é financiado pela Secretaria de Estado da Cultura por meio do Pró-Cultura RS econta com opatrocínio das empresasIntral Reatores e Luminárias, Kidelizz Confeitaria e Móveis Cenci. Nascido no Dall’Onder Grande Hotel, o Instituto Tarcísio Michelon também foi o grande incentivador para a realização do Simpósio Internacional de Esculturas do Mercosul. Em 2012 a parceria entre o Instituto, o Museo de Arte Contemporáneo a CieloAbierto da Cidade de Roldan, Argentina (MaCCA) e a Associação Caminhos de Pedra permitiu a realização de sua primeira edição em duas etapas. A primeira, de 29 de setembro a 7 de outubro, quando 10 escultores de todo o mundo se reuniram em Roldan e realizaram 10 obras, sob a coordenação da família Sacco, organizadora do evento e a segunda, de 13 a 27 de outubro, o mesmo grupo esteve em Bento Gonçalves e deixou mais 10 obras na cidade. A partir de 2013, um novo formato conectou o Simpósio de Bento Gonçalves à rede mundial da arte contemporânea com o intuito de contribuir para o desenvolvimento cultural da cidade e integrar artistas de 10 países, por meio da realização e produção do ITM com financiamento público via renúncia fiscal. O evento reúne anualmente um grupo de 10 escultores de importância mundial para realizarem 10 obras em pedra basáltica local, destinadas a enriquecer o patrimônio artístico de Bento Gonçalves. O evento, realizado na Fundaparque, é aberto à visitação de artistas, estudantes de artes, escolas e do público em geral que podemacompanhar de perto as fases de criação das obras, conhecer as experiências artísticas dos escultores durante debates públicos, interagir em uma fértil troca de visão da arte, de técnicas, de vivências. As 32 esculturas resultantes dos três simpósios já realizados estão expostas nos Caminhos de Pedra, em uma área que está em fase de estruturação para ser a sede do Parque de Esculturas a Céu Aberto e, em breve, será aberto ao público para visitação   Fonte:Conceitocom Brasil Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

Simpósio Internacional de Escultores inspira o documentário ‘Domadores de Pedras’

Parque de esculturas

  Lançamento acontece no dia 6 de outubro, às 19h30, na Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre Simpósio escultores Quem visita Bento Gonçalves não imagina que a cidade integra a maior manifestação de derramamento vulcânico do Planeta, o que tornou o basalto a pedra típica da região da Serra Gaúcha. Essa rica e curiosa história é contada no documentário ‘Domadores de Pedras: o eixo entre o denso e o belo’ que será lançado no dia 6 de outubro, às 19h30, na Cinemateca Paulo Amorim – Sala Eduardo Hirtz -na Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre. A inspiração para a realização do documentário surgiu da realização anual do Simpósio Internacional de Escultores, que em 2016 chegaà sua quarta edição, em que artistas de todo o mundo se reúnem em Bento Gonçalves (RS), para a realização de obras monumentais em basalto. O documentário é uma realização do Instituto Tarcísio Michelon, com a direção de Angela Martins, diretora executiva da entidade, com o financiamento da Secretaria de Estado da Cultura por meio do Pró-Cultura RS e patrocínio das empresasIntral Reatores e Luminárias e Zen Design. Parque de esculturas Além das esculturas, casas e taipas construídas pelos imigrantes italianos, muitas restauradas e reconstruídas como verdadeiras obras de arte, podem ser encontradas em basalto atualmente na Serra Gaúcha. E essa habilidade em pedra, que vem da pré-história, quando o basalto era utilizado como material para fabricar ferramentas e utensílios para a caça, a agricultura, a domesticação, passando pela época da imigração italiana no Rio Grande do Sul, é contada ao longo dos 56 minutos do documentário. De acordo com Angela Martins a história do basalto e suas interferências históricas, culturais e sociais não podem ser esquecidas, mas exaltadas. “Poucos sabem da importância dessa pedra para a Serra Gaúcha, por isso buscamos desenvolver esse documentário como forma de valorizar ainda mais esse material e mostrar a relevância que teve no passado, presente e futuro”, comenta. Arqueólogos, escultores, geólogos, taiperos – profissionais que erguiam muros com pedras encaixadas-, arquitetos e urbanistas, historiadores, filósofos, turismólogos e enólogos são os narradores do documentário e relatam desde a estreita ligação entre pedra e civilização humana, das imponentes erupções de lava que, muito antes do ser humano estrear na natureza, plasmaram o planeta e permanecem em forma de basalto duríssimo por milhões de anos até a paixão pelo esculpir a pedra. Entre os depoimentos do documentário é possível encontrar o relato apaixonado do escultor João BezBatti, a maior referência nacional em basalto e com expressiva representatividade internacional. O escultor, natural de Venâncio Aires, revela toda sua gratidão a Bento Gonçalves, cidade que escolheu para morar, por ter encontrado na cidade o basalto e seu sentido para viver. “Minha vida deu certo porque vim para Bento Gonçalves e encontrei o basalto. Para mim o basalto é a pedra mais linda que existe no Planeta”, declara-se. Cena do filme Para Tarcísio Michelon, presidente do Instituto Tarcísio Michelon, resgatar de um fato, ou seja, da farta riqueza basáltica, outros ricos momentos que fazem parte da história região e ainda é muito presente é incrível. “O documentário comprova o quão rica é nossa história e como o basalto está muito presente na nossa vida, desde quando vamos a um restaurante construído em pedra até a visita a uma galeria de arte em que há obras em basalto”, enfatiza. O Instituto Tarcísio Michelon O Instituto Tarcísio Michelon (ITM) é uma associação sem fins lucrativos que desenvolve atividades socioculturais direcionadas a crianças e jovens de bairros em vulnerabilidade social de Bento Gonçalves desde abril de 2008. Atualmente, os projetos são desenvolvidos por meio da Escola de Música do ITM em que 170 crianças recebem aulas de teoria musical, musicalização, prática de conjunto e canto coral. Do trabalho desenvolvido há sete anos resultou a Orquestra Filarmônica e Coro Jovem do ITM que integra 50 crianças na orquestra e 35 no coro e realizam apresentações na cidade. Outro projeto do ITM, o Per Sempre Tche, trata-se de um espetáculo cênico musical com direção de Sigrid Nora e roteiro de José Clemente Pozenato, além da participação de um corpo de baile com coreografia de Jair Moraes, coreógrafo do Centro Cultural Teatro Guaíra de Curitiba, Orquestra e Coro do ITM e participação especial de Borghetinho. Esse projeto em específico é financiado pela Secretaria de Estado da Cultura por meio do Pró-Cultura RS econta com opatrocínio das empresasIntral Reatores e Luminárias, Kidelizz Confeitaria e Móveis Cenci. Nascido no Dall’Onder Grande Hotel, o Instituto Tarcísio Michelon também foi o grande incentivador para a realização do Simpósio Internacional de Esculturas do Mercosul. Em 2012 a parceria entre o Instituto, oMuseo de Arte Contemporáneo a CieloAbierto da Cidade de Roldan, Argentina (MaCCA) e a Associação Caminhos de Pedra permitiu a realização de sua primeira edição em duas etapas. A primeira, de 29 de setembro a 7 de outubro, quando 10 escultores de todo o mundo se reuniram em Roldan e realizaram 10 obras, sob a coordenação da família Sacco, organizadora do evento e a segunda, de 13 a 27 de outubro, o mesmo grupo esteve em Bento Gonçalves e deixou mais 10 obras na cidade. A partir de 2013, um novo formato conectou o Simpósio de Bento Gonçalves à rede mundial da arte contemporânea com o intuito de contribuir para o desenvolvimento cultural da cidade e integrar artistas de 10 países, por meio da realização e produção do ITM com financiamento público via renúncia fiscal. O evento reúne anualmente um grupo de 10 escultores de importância mundial para realizarem 10 obras em pedra basáltica local, destinadas a enriquecer o patrimônio artístico de Bento Gonçalves. O evento, realizado na Fundaparque, é aberto à visitação de artistas, estudantes de artes, escolas e do público em geral que podemacompanhar de perto as fases de criação das obras, conhecer as experiências artísticas dos escultores durante debates públicos, interagir em uma fértil troca de visão da arte, de técnicas, de vivências. As 32 esculturas resultantes dos três simpósios já realizados estão expostas nos Caminhos de Pedra, em uma área que está em fase de estruturação para ser a sede do Parque de Esculturas a Céu Aberto e, em breve, será aberto ao público para visitação. SERVIÇO Evento: Lançamento documentário ‘Domadores de Pedras: o eixo entre o denso e o belo’ Data:06 de outubro de 2015 Horário: 19h30 Local: Cinemateca Paulo Amorim – Sala Eduardo Hirtz–térreo da Casa de Cultura Mário Quintana Endereço:Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico, Porto Alegre Realização: Instituto Tarcísio Michelon Produção: Interação Filmes Patrocínio:Intral Reatores e Luminárias, Zen Design Apoio:Dall´Onder Hotéis, Kidelizz Confeitaria Financiamento: Pró-cultura RS, Governo do Estado do Rio Grande do Sul Fonte/Fotos: Conceitocom Brasil Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

Matheus 2Rios participa do Salão Internacional da Lingerie em Paris

Do dia 23 a 25 de janeiro, a marca 2Rios, de Joinville/SC, desembarca em Paris para...

81928 - 21917 Carol Castro espanta o frio ao mostrar corpão na coleção de inverno da 2Rios

   Em meio à renda, flores e transparência Carol Castro apresenta a coleção Jardim Secreto da...

biquini-levanta-bumbum-ripple-coracao-modelos Biquíni levanta bumbum: saiba turbinar com a peça milagrosa que virou febre

Biquíni coração ou ripple são os nomes dados ao modelo que virou febre entre famosas e...

FIEMA Brasil 2016 conta com apoio da AGAS

Antonio_Cesa_Longo(1)

Na reta final com os preparativos para a realização de sua sétima edição, a FIEMA Brasil reforça o time de aliados engajados no desafio de consolidar a gestão ambiental como diferencial competitivo e social para os negócios de quaisquer segmentos. Mais um parceiro que confirma seu apoio à proposta da feira é a Associação Gaúcha de Supermercados (AGAS). A entidade, reconhecida como um alicerce para os supermercadistas gaúchos, atua como instrumento de integração aos empresários do ramo e apresenta-lhes temas atuais e soluções inovadoras para o desenvolvimento de seus negócios. Antonio Cesar Longo, presidente da AGAS, Por ser uma extensão da casa das pessoas, o setor supermercadista está intimamente ligado à questão do meio ambiente. “A FIEMA é o grande encontro de debates, negócios e aproximação da sociedade com a responsabilidade ambiental, por isso sua realização é fundamental. Incentivamos esta iniciativa pela relevância do tema e pela grandiosidade do evento, que proporciona o ambiente perfeito para um networking sobre o assunto”, destaca o presidente da AGAS, Antonio Cesar Longo. A FIEMA Brasil – Feira de Negócios e Tecnologia em Resíduos, Águas, Efluentes e Energia – ocorre de 05 a 07 de abril, das 13h às 19h, no Parque de Eventos, de Bento Gonçalves. São esperados cerca de 200 expositores que devem apresentar novidades em equipamentos, produtos e serviços – uma vitrine de tecnologias ambientais, tanto para a indústria quanto para o setor público, repleta de oportunidades para mostrar às empresas como tratar a pauta ambiental de forma estratégica em suas organizações. Desenvolvimento sustentável da AGAS A AGAS é uma entidade nascida em 1971 com o objetivo de solidificar o setor de supermercados gaúcho, através da realização de eventos e encontros que visem à qualificação profissional e proporcionem a aproximação entre supermercadistas e fornecedores, facilitando as negociações e fortalecendo as relações interpessoais entre empresários do ramo de auto serviço. Neste sentido, a entidade trabalha com uma política sustentável: todos os nossos eventos da AGAS são decorados com material 100% reciclável e reciclado. Ao término do evento os materiais – na Expoagas são cerca de 800 kg de papelão, laminados pet, colagem à base d’água e madeira de reflorestamento – são doados para cooperativas de recicladores. A AGAS mantém permanentemente um Comitê de Sustentabilidade que visa contribuir para que o segmento supermercadista cumpra seu papel de responsabilidade ambiental. De acordo com a entidade, os supermercados gaúchos são modelo para o Brasil na redução das sacolas plásticas. Muitas lojas também estão se adequando ao reaproveitamento de água da chuva e utilizando energia limpa, luz solar e outras fontes sustentáveis para alimentar e iluminar suas operações. Fonte e foto:Exata Comunicação Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

Dicas de alimentos para dar mais pique no Carnaval

Carnaval-Cuidados-Para-não-Perder-o-Pique-04

– Alimentação rica em carboidratos, massas, pães e cereais integrais proporcionam maior energia e ainda mantém a saciedade por mais tempo; – Evite alimentos muito gordurosos, como frituras, carnes gordas, embutidos e doces. Como esses alimentos demoram muito para fazer a digestão podem fazer com que você passe mal; – Bebidas alcoólicas são calóricas e não fornecem nenhum nutriente ao corpo. Troque as bebidas com álcool por água de coco, sucos e água natural; – Faça lanches a cada três horas, pois dessa forma seu organismo terá todos os nutrientes necessários para funcionar bem e encarar todos os dias de folia do Carnaval; Suco Detox ajuda a dar força e energia (Foto: MdeMulher) Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

Alimentação no calor exige atenção especial

Verão propõe redução da ingestão de calorias, aporte contínuo de nutrientes e hidratação adequada. Água, frutas, verduras, carnes e queijos magros..

E se eu não quiser ser loira? Tem especialista no platinado por aí?

Nas redes sociais dos salões de beleza o que impera é o loiro platinado, como se hoje a gente vivesse uma..

Receptiva Turismo em Cuiabá, nos Hotel Mato Grosso e Hotéis Paiguás

DSC02826

Compartilhe isso:Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pocket(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Tumblr(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Reddit(abre em nova janela)Compartilhe no Google+(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Pinterest(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela) More...

Cristiano com a equipe de cozinha do La Torre

Cristiano do Reality Show Masterchef – BAND visita a cozinha do La Torre Resort

   Aos 37 anos, Cristiano Oliveira troca as atividades no trânsito de Porto Seguro pela cozinha do Reality Show da TV..
Carro_Autonomo_Google_1

Carros autônomos do Google deram problema 341 vezes enquanto andavam nas ruas

Há 49 carros sem motorista andando pelas ruas da Califórnia  Desde setembro de 2014, o Google decidiu que motoristas não eram..