Home / Turismo / Mundo do Vidro – Magia da Luz

Mundo do Vidro – Magia da Luz

  Madelustre sedia novo atrativo turístico em Garibaldi para visitantes conhecerem a arte e a magia do vidroVidraria Madelustre - Crédito Valdir Ben (3)

O fascínio manifestado por clientes e outros convidados em visita às instalações da vidraria própria da Madelustre inspiraram a criação desse novo roteiro de turismo de experiência em Garibaldi: Mundo do Vidro – Magia da Luz.

A iniciativa conta com o apoio da Secretaria de Turismo e Cultura de Garibaldi e vai atender turistas em pequenos grupos de no máximo 15 pessoas para conhecerem ao vivo as formas de fabricação do vidro pelas técnicas de Murano/Itália – vidro soprado, centrifugado e moldado manualmente.

Vidraria Madelustre - Crédito Valdir Ben (2)
Crédito Valdir Ben

A empresa criou instalações próprias para esta atividade na qual os visitantes poderão também aprender sobre a história do vidro no mundo e conhecer a supertaça da Fenachamp de 219 cm de altura, que entrou para o Livro dos Recordes como a maior taça de espumante do mundo.  Na visita guiada vai acompanhar o funcionamento de uma vidraria e ainda ousar pessoalmente o manejo de algumas técnicas.  No showroom da empresa vai conhecer as linhas de luminárias e acessórios decorativos Madelustre, destacados nacionalmente pela sua qualidade e design.

“Com essa iniciativa acreditamos estar compartilhando conhecimento e lazer com os visitantes locais e nacionais. Também é uma forma de colaborarmos para resgatar a cultura vidreira que já foi marca da Serra Gaúcha colonizada por italianos”, afirma o diretor da Madelustre Clóvis Furlanetto.

Sobre a Madelustre

Com sede em Garibaldi, na Serra Gaúcha, a Madelustre produz linhas completas de luminárias decorativas, incluindo lustres, abajures, arandelas, spots, abajures de piso, pendentes, plafons e acessórios decorativos, nos estilos country, clássico e contemporâneo. A qualidade de seus produtos é reconhecida em todo o Brasil e no mercado norte-americano para onde é exportada parte de sua produção.

A empresa foi fundada em 1984 pelos irmãos Clóvis, Miguel e Rui Furlanetto, conta com três unidades industriais e com vidraria própria com capacidade para 40 toneladas mês.

Mundo do vidro – Magia da Luz

Vidraria Madelustre - Crédito Valdir Ben (1)
Crédito Valdir Ben

Areias, carbonatos e material fundente são submetidos a altas temperaturas e se transformam em um líquido com extraordinária plasticidade. Eis o vidro, considerado um dos materiais mais fascinantes para se trabalhar.

As mais remotas amostras de vidro datam de mais de 5 mil anos. Podem ter sido produzidas sob a interferência de raios nas praias fenícias e egípcias. Desde antes de Cristo o povo romano se especializou na arte de trabalhar o vidro. Recebeu o título de inventor do “muro transparente” (vidraça) e desenvolveu técnicas para dar forma aos vidros.

Após a decadência do Império Romano, os mestres vidreiros concentraram-se principalmente em Veneza, na Itália. Para garantir o segredo das fórmulas do vidro e resguardar o conhecimento dos seus mestres, as fábricas foram limitadas à Ilha de Murano, cerca de 700 metros de Veneza, onde os  artesãos de Murano transformaram o vidro em verdadeiras obras de arte.

Os imigrantes italianos que chegaram à Serra Gaúcha no final do século XIX trouxeram na bagagem o conhecimento de técnicas da cultura vidreira que se expressou na produção em série de vasilhames para abastecer a indústria vinícola.  Nas décadas de 1970 e 1980 chegaram a funcionar 19 empresas de fabricação de vidro na região. Grande parte da produção era destinada aos garrafões e garrafas e muito pouco a peças de artesanato.

Com a crise da economia do início dos anos 80, essas fábricas passaram a perder competitividade para indústrias do centro do país. Não se renderam aos novos processos tecnológicos e poucas sobreviveram.

Em 2008, a Madelustre implantou uma vidraria própria para a produção de peças exclusivas com tecnologia – fornos, estamparia, têmpera, corte e lapidação – importada da Itália. De lá também trouxe  especialistas e mestres na produção de vidros de Murano para desenvolver o processo de fabricação de vidro artesanal, através dos sistemas piastra (vidro moldado), vidro soprado e vidro centrifugado. O logotipo de uma lamparina acompanha a empresa desde o início de suas atividades, denotando que a “Magia da Luz” sempre esteve presente e iluminando o caminho.

Fonte: Infinita Comunicação

 

Veja mais na Revista Receptiva

Cidade de João Pessoa, capital do Estado da Paraíba, tem rico acervo de atrativos para turismo cultural, histórico, lazer, náutico…

Maior economia do Estado da Paraíba, contribuindo com 30% do Produto Interno Bruto — PIB ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *