Home / Saúde & Beleza / 5 fatos sobre a depilação por luz intensa pulsada

5 fatos sobre a depilação por luz intensa pulsada

O mercado da beleza não para de inovar e apresentar novas soluções para mulheres e homens e um dos segmentos que mais tem destaque quando se trata especificamente da aplicação tecnológica é o da depilação. Até o início do século 21, tal procedimento era massivamente realizado com cera, mas – entre as novidades disponíveis – a técnica com luz intensa pulsada tem ganhado espaço no público.

Embora esteja cada vez mais popular, a fotodepilação – como era chamada, anteriormente – ainda está cercada de mitos e desinformação. Com o objetivo de esclarecer os interessados na depilação a luz pulsada, Ana Carolina Andrade, responsável técnica pela D’pil – rede especializada em estética com mais de 200 unidades em todo o país – listou cinco fatos sobre este tratamento. “São inúmeras dúvidas que as pessoas têm, antes ou durante o tratamento. Há receios, mas as vantagens são diversas, principalmente o fato de promover a eliminação progressiva dos pêlos e, ao contrário da lâmina e cera, não escurecer a pele”, destaca Ana Carolina.

Confira os principais fatos sobre a técnica:

 

1) Tão eficaz quanto o laser: muitos acreditam que a depilação com laser é mais eficaz do que a com luz. Isso é falso! O laser e a luz pulsada atingem a derme, que é a camada da pele onde estão os bulbos e células germinativas do pelo. Por esse motivo, ambos têm exatamente o mesmo alcance e efetividade.

2) Quantidade de sessões: a quantidade de sessões é variável tanto no laser quanto na luz pulsada, pois o que determina o crescimento e o resultado é a fisiologia de cada pessoa. “Em média, são necessárias 8 sessões, variando de organismo para organismo. Algumas alterações hormonais e o uso de determinados medicamentos podem ser indicadores de mais sessões”, afirma a especialista da D’pil.

3) Luz pulsada só afina os pelos: isso é um mito! Tanto a luz pulsada quanto o laser têm o mesmo poder de eliminar a célula germinativa do pelo, gerando exatamente o mesmo resultado: a eliminação dos pelos.

4) Hidratação no tratamento: é fundamental que a pele seja hidratada durante o tratamento. Isso faz com que o calor seja melhor absorvido pela melanina, garantindo melhores resultados. “É por este motivo que a D’pil tem uma linha exclusiva de emulsões corporais e faciais, formulada especificamente para o tratamento, gerando a reidratação ideal durante as sessões”, ressalta Ana Carolina.

5) Mancha a pele: na verdade, acontece exatamente o contrário. Quando a luz atinge a pele, ela gera um calor intenso que faz com que as células de colágeno se realinhem, clareando a região. Porém, esse é um efeito colateral, e não um tratamento.

Sobre a D’pil

A D’pil é a maior rede de franquia de estética, com 10 anos de atuação no mercado brasileiro e todas as certificações necessárias e importantes para a qualidade do negócio. Marca pioneira, responsável por trazer para o Brasil o tratamento de fotodepilação (depilação por luz pulsada), conta atualmente com diversos outros tratamentos como: massagens, tratamentos faciais, redução de medidas, sobrancelhas etc. No modelo de franquias, a rede possui um plano com entrega de rápido retorno sobre o investimento, baixo custo operacional, fácil administração, treinamento e suporte.

Fonte: www.mgapress.com.br

Veja mais na Revista Receptiva

SIMME APOIA O FÓRUM ESTADUAL DE ENERGIA SOLAR E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

O evento será realizado entre os dias 22 e 24 de maio em Bento Gonçalves ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *