Home / Turismo / Razões para amar o Nordeste

Razões para amar o Nordeste

07_10_16_baianaAlém de um destino de Sol e Praia, as cidades da região encantam visitantes com muitos outros atrativos.

Por Lívia Nascimento

O Nordeste é um desejo de consumo para grande parte dos turistas brasileiros e estrangeiros. Não à toa, a região está sempre no topo do ranking de intenção de viagem dos brasileiros, segundo pesquisa do Ministério do Turismo. De acordo com o último levantamento, 48% dos entrevistados disseram que devem visitar a região nos próximos seis meses, um crescimento de 23% em relação a 2015. Em seguida, a região Sul foi indicada por 25,3% dos brasileiros como o destino da próxima viagem.

Mas qual o motivo de tanto amor pelo Nordeste? A Agência de Notícias do Turismo aproveita a comemoração do Dia do Nordestino neste sábado (08) para mostrar que além das praias paradisíacas com águas em belos tons de azul e verde, a região tem muito mais a oferecer.

Se o brasileiro já é famoso pelo seu perfil hospitaleiro – 98,6% dos estrangeiros que estiveram no Brasil para os jogos olímpicos elogiaram essa característica – o nordestino dá aula no quesito simpatia. Dizem, inclusive, que ser Nordestino é um estado de espírito. Sempre com um sorriso no rosto e um sotaque capaz de encantar qualquer viajante, este é um povo que está sempre disposto a ajudar o turista.

GASTRONOMIA

Foto: Rodolfo Vilela


O Nordeste tem opção para os mais variados paladares, mas uma coisa é inegável. Os pratos vêm temperados com muita pimenta, cores e sabores que remetem o viajante ao calor e receptividade do povo nordestino. Com forte influência africana e portuguesa, os pratos abusam de vegetais, frutos do mar, peixes e carne de boi e de bode. Os frutos do mar, claro, são os mais pedidos e estão sempre fresquinhos, mas vale a pena também experimentar algumas das muitas delícias feitas com bode, com a buchada ou guisado de bode.

ARTESANATO

Foto: Rogério Monteiro
Foto: Rogério Monteiro


A riqueza cultural do Nordeste é capaz de deixar qualquer um de queixo caído, o delicado e ao mesmo tempo vibrante artesanato local retrata a tradição e herança cultural formado pela mistura de povos de diferentes lugares do mundo. A renda de bilro, as esculturas em argila, as carrancas em madeira e o artesanato variado em palha de carnaúba são alguns desses exemplos.

MÚSICA

São João em Campina Grande. Crédito: Prefeitura Municipal de Campina Grande
Foto: Prefeitura Municipal de Campina Grande


O ritmo nordestino é capaz de colocar para dançar até mesmo aqueles dançarinos mais desengonçados. Afinal, como resistir ao suingue do reggae maranhense, o batuque do Olodum, a sanfona do forró, o frevo pernambucano ou o samba de coco? Cada ritmo, associado a dança e a forma de vestir estampam um pouco das influências culturais que formam a região.

Veja mais na Revista Receptiva

299956_660411_foto_1_web_

Férias e relax em um dos melhores parques de águas termais do país

Piratuba, no Oeste catarinense, é o destino ideal para quem busca tranquilidade nas férias; e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *