Home / Moda / Quebra de Estereótipo na Semana de Moda de Nova York – por Cláudia De Biasi

Quebra de Estereótipo na Semana de Moda de Nova York – por Cláudia De Biasi

Entre 06/09 e 14/09 aconteceu a famosa Semana de Moda de Nova York (New York Fashion Week) mostrando as coleções de primavera/verão 2019. Com isso, é bem comum as pessoas lembrarem o padrão de beleza que percorre as passarelas. O estereótipo de modelo magra, apesar de se manter firme pela maioria das marcas, tem recebido grandes críticas, vindas inclusive de quem apresenta suas coleções.

Nessa última semana, a marca Chromat – que já havia realizado anteriormente desfiles com modelos totalmente fora dos padrões – se mostrou mais uma vez aberta à diversidade. Sua passarela apresentou um casting de modelos de todas as cores, diferentes gêneros, tamanhos, idade e necessidades especiais. Houve tamém uma crítica final ao chamado “tamanho de prova” (Sample Size), que possuem medidas irreais para a maioria das mulheres do mundo. Segundo a declaração da marca: “Sample size tende a ser uma desculpa que outros designers citam como a razão pela qual eles não apresentam uma variedade de tamanhos em seus desfiles. Na Chromat, sabemos que o designer tem o poder de escolher em que tamanho eles prototipam sua coleção”.

Desfile Chromat Primavera/Verão 2019 (via instagram.com/chromat)

 

 

 

 

 

 

 

 

Desfile Chromat Primavera/Verão 2019 (via instagram.com/chromat)

Outra estilista que deixou registrada sua crítica a favor da diversidade foi a Neozelandesa Claudia Li, que apresentou um desfile contendo apenas mulheres asiáticas. A estilista declarou para o site Refinery 29: “Existem tantos tipos diferentes de nós, que não foram representados de maneira diversa. Quero mostrar as personalidades que compõem e
quem são essas garotas”.

A grife Michael Kors, em seu castign, contou com presença da modelo plus size
Ashley Graham (uma das 10 modelos mais bem pagas do mundo). Também, seguindo a
mesma linha, o estilista Christian Siriano, que há tempos trabalha com diversidade – dentro e
fora das passarelas – manteve sua essência e apresentou mulheres curvy em seu desfile.

 

Desfile Chromat Primavera/Verão 2019 (via
instagram.com/chromat)

 

 

 

 

 

 

 

Desfile Chromat Primavera/Verão 2019                                       (via instagram.com/chromat)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Desfile Claudia Li Primavera/Verão 2019                     (via:instagram.com/claudia_li_official)

 

 

 

 

 

 

 

Coleção Claudia Li Primavera/Verão 2019 (via:
instagram.com/claudia-li-official)

Apesar de sabermos que desfiles de moda estão longe de ser inclusivos, é importante o
destaque de marcas que se mostram a favor.       A luta pela representatividade deve acontecer
dentro das passarelas, assim como acontece fora delas. Ficaremos na torcida para que as
demais marcas nos deem a alegria de vê-las compreendendo e abraçando a causa, cedo ou
tarde.

 

 

 

Ashely Graham no Desfile
Michael Kors Primavera/Verão 2019
(via: JP Yim)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Desfile Christian Siriano Primavera/Verão 2019
(via: instagram.com/csiariano)

 

 

Fontes: Refenery 29, Fashion Bubbles, The Fashion Spot, Cosmopolitan e Capricho.

Veja mais na Revista Receptiva

Seis hotéis de luxo vizinhos da natureza

Locais superexclusivos provam que requinte e sofisticação podem estar cercados por belezas naturais     ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *