Home / Variedades / Número de imigrantes aumenta 160% no Brasil

Número de imigrantes aumenta 160% no Brasil

PORTALPQP2-777x437No sábado,25,  é comemorado o Dia do Imigrante. No Brasil, o número de imigrantes registrados pela PF (Polícia Federal) aumentou 160% em dez anos. Segundo dados da PF, 117.745 estrangeiros deram entrada no País em 2015 – um aumento de 2,6 vezes em relação a 2006 (45.124).

Em 2015, os haitianos lideraram o ranking de chegada ao país pelo segundo ano consecutivo, de acordo com os dados da PF. Foram 14.535 haitianos registrados pela PF. A nacionalidade é a que mais se destaca pelo crescimento nos últimos cinco anos. Em 2011, segundo a PF, apenas 481 haitianos deram entrada no país – ou seja, houve um aumento de mais de 30 vezes.

Os bolivianos também mantiveram a posição de 2014 para 2015: o segundo lugar. Foram 8.407 registros no país no ano passado, o que representa uma queda de 32% em relação aos dados de 2011, quando 12.465 bolivianos entraram no Brasil. Em 2015, eles são seguidos pelos colombianos (7.653), argentinos (6.147), chineses (5.798), portugueses (4.861) paraguaios (4.841) e norte-americanos (4.747).

Mercado de trabalho

Segundo a pesquisadora e socióloga Patrícia Villen, entre 2006 e 2014, é nítido o aumento crescente de imigrantes, em parte explicado pelo momento econômico do Brasil. “Existe uma centralidade para entender esse movimento: olhar para o mercado de trabalho, que acaba sendo um termômetro desses números. E o Brasil estava se projetando internacionalmente, havia uma demanda de empregos”, afirma.

No período, a taxa de desemprego no País passou de dois dígitos para apenas um, atingindo o menor índice da série histórica do Instituto Brasileiros de Geografia e Estatística – 4,3%. Assim, o Brasil se tornou atraente para imigrantes em busca de empregos e chances de uma nova vida. (AG)

 

O SUL

 

Veja mais na Revista Receptiva

dsc_9169

“Passarela do Bem”: um show de solidariedade

A Rota de Compras, em realização conjunta com a Associação de Pequenas e Médias Empresas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *