Home / Turismo / Justiça suspende exigência da Taxa de Turismo ao La Torre Resort

Justiça suspende exigência da Taxa de Turismo ao La Torre Resort

O La Torre Resort, situado na Praia do Mutá em Porto Seguro (BA), recebeu nesta quarta-feira (17) uma Liminar que suspende a exigência de cobrança da Taxa de Turismo Sustentável – TTS. A determinação da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Porto Seguro, se baseia na inconstitucionalidade da Lei nº 1.341/16, ao acrescentar ao Código Tributário Municipal os artigos 233-D, 233-E, 233-F, 233-G e 233-H, criando a TTS.

Outros fatores determinantes para suspensão da Taxa de Turismo ao La Torre Resort são os “prejuízos financeiros possivelmente irreparáveis” aos hotéis e resorts da região e a falta de clareza sobre a relevância e finalidade dos valores a serem arrecadados pela administração municipal, através da TTS, e sua real aplicação em melhorias direcionadas ao turismo local. O município pode recorrer da decisão.

A Taxa de Turismo Sustentável foi votada pela Câmara dos Vereadores em dezembro de 2016, na última sessão do ano. Não houve audiência pública nem consultas à classe hoteleira da cidade quanto ao projeto.

O La Torre Resort manifestou-se contra a TTS desde o início do projeto, declarando inclusive que esta não será cobrada de seus hóspedes, para evitar transtornos e por considerar uma interferência pública no relacionamento com o cliente, alterando a relação de hospitalidade reservada ao hotel em uma de cobradora de taxa.

O Diretor Geral do La Torre Resort, Luigi Rotunno, ressalta ainda que “os brasileiros já pagam taxas e impostos suficientes, não se pode nem pensar em pedir mais, em um momento de mercado retraído como o atual”.

Fernanda Rodrigues/Mídia Mutá

 

 

 

 

Veja mais na Revista Receptiva

Beto Carrero World participa da FIT 2017

Maior feira de turismo da América Latina reuniu em Buenos Aires mais de 90 pessoas ...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: