Home / Turismo / Hotelaria: cliente corporativo espera elevar padrão e manter preços em 2017

Hotelaria: cliente corporativo espera elevar padrão e manter preços em 2017

default-1Diante do complicado cenário de 2016 na indústria hoteleira, o que esperar de 2017 nas negociações de preço das tarifas negociadas? Com a barganha nas mãos do comprador no atual mercado, a expectativa é de alta moderada nas tarifas corporativas. E mais: os clientes das TMCs do segmento buscarão hotéis de padrão mais elevado dos que reservaram em 2016.

Como e por quê? Em apresentação na 3ª Conferência Anual HSMai Brasil, o diretor de Soluções para Hotéis da HRS, Phelipe Farah, explanou o cenário da indústria hoteleira em 2015 e 2017 e respondeu às perguntas que rondam 2017. Para isso, ele descomplicou o “double deep” sentido pelos hoteleiros no Brasil e no mundo nos últimos meses.

“O cliente corporativo negocia tarifa com os hotéis. Teoricamente, o hotel recebe a reserva naquela tarifa. O que começamos a ver foi que o cliente corporativo está, desde 2015, migrando do que ele efetivamente compra para categorias mais baixas de hotéis. Isso porque ele tem uma pressão de custo, e a tarifa que ele negociou com o hotel não condiz com o momento do mercado em 2016. Os hotéis que negociaram tarifas em 2015 negociaram um patamar, porém o gasto dos clientes em 2016 está se mostrando mais baixo, numa média de 25% abaixo daquilo que ele comprou em 2015. Então, isso pode significar duas coisas: ou que os hotéis reduziram tarifa ou o cliente está comprando outro tipo de hotel, de categoria inferior.”

 

Veja mais na Revista Receptiva

Beto Carrero World participa da FIT 2017

Maior feira de turismo da América Latina reuniu em Buenos Aires mais de 90 pessoas ...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: