Home / Economia / Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Evento debateu turismo como Ciência. Palestrantes vindos da academia, gestão pública e iniciativa privada dividiram experiências com 550 estudantes e profissionais do setor. Nomes nacionais e vindos do exterior abrilhantaram a sequência de apresentações. Edição 2019 definida: 9 a 11 de maio.

 

Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo: sucesso

 

Uma palavra define a edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo. E ela é sucesso! Plantel de palestrantes e volume de participantes são prova disso. Nomes da academia e do mercado de todo o mundo desfilaram frente a cerca de 550 interessados.

Durante três dias, muito do melhor em termos de turismo passeou por dois endereços da Cidade de Gramado, situada na Serra Gaúcha, a bela região de montanhas localizada a Nordeste do Estado do Rio Grande do Sul, e ícone do planeta em atração de visitantes.

Aberto na manhã do dia 14 de abril, quinta-feira, e encerrado no início de noite de 16, sábado, a sequência de apresentações trouxe a público ideias como liberação de jogo no Brasil, construção das marcas de destino e relação entre o público e o privado no setor.

Exposição de pôsteres dentro do auditório no qual as atividades ocorriam trazia Folhas de Rosto de vários trabalhos acadêmicos, todos aprovados no âmbito do Programa de Mestrado e Doutorado em Turismo e Hospitalidade, da Universidade de Caxias do Sul.

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista
Os organizadores do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo tinham a expectativa de atrair em torno de 300 interessados, mas o sucesso do evento ultrapassou estimativas mais otimistas: o total de inscrições alcançou 550 estudantes e profissionais do setor

 

Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo: sustentabilidade

 

Para a comissão organizadora, o Fórum Gramado superou expectativas mais otimistas. “Quando começamos a estruturar o evento, pensávamos em 300 inscrições; alcançamos 550 profissionais” — destaca Miron Neto, diretor do site Gramado Passado a Limpo.

Ele ressalta a atualidade dos temas discutidos. “Nos painéis, de uma forma ou de outra, debatemos turismo sustentável, o eixo do evento.” Exemplo: preocupações da Cidade de Amsterdã e da Cidade de Barcelona, de não serem destruídas pelo sucesso na atividade.

A primeira, capital da Holanda, impactada por volume crescente de visitantes há anos, já apresenta índices de queda da qualidade de vida de sua população. A outra, ao Norte da Espanha, trilha rota semelhante, graças aos legados dos Jogos Olímpicos de 1992.

O vereador da Cidade de Gramado, Luia Barbacovi, outro integrante da organização, destacou a qualidade dos convidados: “Discussões de conteúdos de valor. Saímos do evento impregnados por mais conhecimento especializado e trocas de experiências.”

— Resumo as falas em única frase: uma cidade só alcança triunfo no aproveitamento do turismo se consegue ter sua população satisfeita, enaltecendo seus próprios valores. Esta é base para deixar visitantes encantados com os atrativos locais — ressaltou Barbacovi.

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista
Além do número recorde de interessados, a quantidade e a qualidade das palestras da edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo surpreendeu os presentes. Também pudera: nomes do Brasil e do exterior dividiram experiências na Serra Gaúcha

 

Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo: experiências

 

Fernando Boscardin, presidente do promotor do evento, Sindicato Patronal da Hotelaria, Restaurantes, Bares, Parques, Museus e Similares da Região das Hortênsias — SindTur Serra Gaúcha, foi só elogios à maneira como os trabalhos foram sendo desenvolvidos:

— Um fórum internacional de debates e de reflexão, oportunidade para se aprender com alguns dos principais talentos do setor, tanto do Brasil quanto do exterior. Já na primeira edição, exibiu força para integrar, em definitivo, nosso calendário nacional de eventos.

E concluiu, acrescentando: “Sintetizo minha percepção do captado aqui numa sentença dura, mas necessária: agente público, ou agente privado, achando saber tudo, ou fugindo de suas responsabilidades, está fadado a desaparecer frente a mercados amadurecidos.”

O Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo, recepcionando profissionais vindos de 20 Estados brasileiros, no seu primeiro dia, devido ao overbooking de presenças, dividiu-se entre dois locais próximos, a Câmara de Vereadores e a Sociedade Recreio Gramadense.

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista
Overbooking de palestrantes e participantes obrigou a organização a dividir os trabalhos por dois ambientes: abertura solene e temas voltados a gestores públicos, na Câmara de Vereadores da Cidade de Gramado; demais assuntos, na Sociedade Recreio Gramadense

 

Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo: marcas

 

Na sequência das atividades, ficaram evidentes muitos assuntos a serem aprofundados e o longo caminho a ser trilhado pelo Brasil. Oitava economia da Terra, ocupa a posição 41 entre países mais visitados, perdendo para Marrocos, Tunísia e Vietnã, por exemplo.

Atraindo apenas seis milhões de turistas estrangeiros por ano, está longe de acompanhar a França, líder do ranking, com 83 milhões. Mesmo quanto aos fluxos internos, alertas foram lançados: auges atuais não são garantia de manter esta situação durante o futuro.

— A Cidade de Gramado vem se mantendo no topo da montanha há vários anos. Mas precisa cuidar para não despencar morro abaixo. Isso já aconteceu, e um bom exemplo é a Cidade de Campos do Jordão — lembrou Luiz Grottera, especialista em branding.

O urbanista argentino Rubén Pesci acrescentou: “Se a Cidade Gramado tiver postura arrogante, dentro de 10 anos estará perdida.” A representante do turismo de Mônaco no Brasil, Gisele Abrahão, mostrou a saída: “Escolher qualidade e abandonar quantidade.”

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista
Durante três dias, esta foi a cena mais comum durantes as manhãs e tardes dentro dos salões da Sociedade Recreio Gramadense: o público de 550 interessados acompanhava atentamente as apresentações desenvolvidas por experts dos mais diversos segmentos

 

Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo: direcionamento

 

Os três corroboraram o empresário Luiz da Gama Mór, na palestra-magna de abertura do Fórum: “O turismo deve estar a serviço de um projeto de cidade”, trazendo cases europeus de ações simples buscando a integração da população local com os visitantes.

O Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo foi criado com direcionamento voltado a, principalmente, agentes públicos, dirigentes de entidades representativas do segmento, empreendedores de portes micro, pequeno, médio e grande, estudantes e legisladores.

A parte acadêmica contou com suporte da prestigiada Universidade de Caxias do Sul — UCS, através do Programa de Pós-Graduação em Turismo e Hospitalidade, nos níveis de Mestrado e Doutorado. E a próxima edição está marcada: 9 a 11 de maio de 2019.

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista
O auditório da Câmara de Vereadores da Cidade de Gramado ficou pequeno diante do número de presentes às apresentações, palestras e debates ali desenvolvidos, dentro da grade das atividades desta edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo

 

Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo: palestrantes

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Anderson Caliari, presidente da Gramado Parks, comercializadora de hospedagem em multipropriedade, ou time sharing, o compartilhamento de tempo de uso, apresentou o case de sucesso “O sonho da neve”, aproveitando para debater um setor ainda carente de regulamentação e ordenamento jurídico

Andréia Schneider, diretora do Grupo Editorial Sinos, sediado na Cidade de Novo Hamburgo, na região metropolitana da Cidade de Porto Alegre, capital do Estado do Rio Grande do Sul, desenvolveu um painel sobre o poder da mídia: “Informação: seus efeitos e suas consequências jurídicas no turismo”

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Cláudia Nunes Henriques, professora da Universidade de Algarve, da Cidade de Faro, localizada ao Sul de Portugal, teve duas participações: uma descrição do turismo dentro no Mercado Comum Europeu e o case “Portugal como o melhor destino turístico do mundo: a importância do planejamento e gestão sustentável”

Gisele Abrahão, representante do turismo de Mônaco no Brasil, no desenvolvimento do painel “Como manter um destino famoso constantemente atrativo”, trouxe estratégias adotadas para tornar o Principado do Sul da Europa, visto como caro e fora do alcance do brasileiro, local agora bastante procurado

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Fernando Boscardink, presidente do SindTur Serra Gaúcha, coordenou os trabalhos desenvolvidos sobre o eixo Inovação e Sustentabilidade, enfatizando a importância destas duas condicionantes para todo e qualquer empreendimento voltado ao turismo manter-se com sucesso num mercado competitivo

O empresário Guilherme Paulus, presidente da GJP Hotels & Resorts, fez o mesmo em relação ao eixo Atrativos, falando a partir de sua experiência profissional, responsável pela criação, do zero, daquela hoje considerada a maior operadora de turismo do Brasil, a CVC Viagens e Turismo, agora sob controle internacional

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Graziele Vilela, gerente do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas — Sebrae Nacional, detalhou o case “Destinos Turísticos Inteligentes: inovação para atendimento do novo perfil do turista”, enfatizando os pilares fundamentais, resumidos em governança, tecnologia e desenvolvimento sustentável

Kátia Borgéa, presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional — Iphan, no seminário “Governança na gestão do patrimônio Cultural”, desenvolveu as ideias atuais para se vencer os grandes desafios de aliar desenvolvimento econômico, exploração do turismo e preservação do Patrimônio Cultural

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Lenora Horn Schneider, empreendedora nos setores de eventos corporativos, turismo emissivo e turismo receptivo, além de presidente da Associação Brasileira de Bacharéis, Profissionais e Estudantes de Turismo — ABBTur, desenvolveu palestra abordando “A questão jurídica da construção da profissão de Turismólogo”

Luiz Groterra, chief executive officer — CEO da Rosemberg Associados, boutique de soluções em assessoria financeira, consultoria econômica e gestão de compliance, ao falar sobre construção de destino turístico, enfatizou importância de planejar e desenvolver uma estratégia de branding, de construção de marca

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Luiz da Gama Mór, executivo brasileiro radicado na Europa, vice-presidente da TAP por 17 anos, diretor da Turismo de Lisboa — ATL e da Confederação do Turismo Português, foi o responsável pela palestra-magna, quando discorreu sobre o tema “O turismo a serviço do desenvolvimento de um país”

Magnho José Santos de Souza, presidente do Instituto Brasileiro Jogo Legal — IJL, trouxe à luz a controversa relação entre permissão para os jogos e suas consequências para um destino turístico durante o desenvolvimento do painel intitulado “Liberação dos jogos e seu impacto na sociedade civil”

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Manu Caliari, presidente da Câmara de Vereadores da Cidade de Gramado, atuou como coordenadora dos painéis referentes ao eixo Marcos Regulatórios do Turismo, ilustrando sua fala com dificuldades enfrentadas por empreendedores locais na obtenção de licenças junto aos três níveis de Poderes públicos

Rodrigo Vieira, coordenador de Redação das publicações especializadas em turismo da marca Panrotas, surpreendeu positivamente ao coordenar os painéis referentes ao eixo Destinos Turísticos. Seus questionamentos contribuíram para elevar a qualidade dos conteúdos expressos com competência nos painéis

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Márcio Favilla, ex-diretor Executivo da Organização Mundial do Turismo — OMT, na palestra “O Turismo e a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável”, delineou as possíveis contribuições do setor na implementação das diretrizes estabelecidas naquele documento da Organização das Nações Unidas — ONU

Nuno Souza Pinto, vice-presidente de Operações e Produção do Rock in Rio — com edições na Cidade do Rio de Janeiro, Cidade de Lisboa, Cidade de Madri, Cidade de Las Vegas e, proximamente, na Cidade de Buenos Aires — tratou com maestria o tema “A relação público-privada em grandes eventos”

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Palmiro Ocampo, da Cidade de Lima, a capital do Peru, integrante do grupo de chefs de cozinha “Geração com Causa”, discorrendo sobre “O movimento de gastronomia sócia-ambiental” naquela nação da Cordilheira dos Andes, revelou possibilidades de se usar a alimentação para resgate de indivíduos em risco social

Pedro Henrique Bertolucci, ex-prefeito da Cidade de Gramado, descreveu parte da sua trajetória como um dos responsáveis pela manutenção e crescimento de um turismo de qualidade durante o período no qual esteve à frente do Poder Executivo do Município, sucesso hoje admirado em todo o mundo

 

Edição 2018 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo supera expectativa otimista

Rafael Greca, atual prefeito da Cidade de Curitiba, capital do Estado do Paraná, abordou a conciliação entre Cidade Inteligente e Turismo Contemporâneo, definindo-a possível se administradores públicos pautarem gestões em vertentes de criatividade, dinamismo e sustentabilidade em todos os seus níveis

Rubén Pesci, arquiteto e urbanista da Argentina, enfatizou a importância da preservação das identidades ambiental, arquitetônica e cultural na criação e manutenção dos destinos procurados pelos visitantes, dando ênfase a duas vertentes fundamentais: preservação ambiental e soluções de mobilidade

 

 

Material produzido a partir da participação no Fórum Gramado — Estudos de Turismo, realizado nos dias 12, 13 e 14 de abril, na Cidade de Gramado, situada na Serra Gaúcha, região de montanhas localizada a Nordeste do Estado do Rio Grande do Sul, com apoio da Brocker Turismo e Hotel Pousada do Bosque, ambas da Cidade de Canela, esta também situada na Serra Gaúcha.

A repetição da expressão “Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo”, e outras mais, é intencional. Elas são as principais palavras-chave dos conteúdos. Colocá-las várias vezes na postagem faz parte das técnicas de Search Engine Optimization — SEO, ou otimização para ferramentas de busca. Ajuda a destacar o trabalho na lista apresentada quando se pesquisa com BingGoogle ou Yahoo!.

O post “Edição 20189 do Fórum Gramado de Estudos sobre Turismo” não é trabalho científico, podendo apresentar erros. Se eles forem apontados, reeditarei o material com as correções.

Todas as fotos têm origem identificada. Se o autor de algumas delas discordar do seu uso, basta avisar que será substituída.

Matéria publicada originalmente em Turismoria — Jornalismo Especializado em Turismo com criatividade, qualidade e simplicidade e republicada pelo Jornal Passaporte, sediado na Cidade de Belém, capital do Estado do Pará, sendo editado a partir da Cidade de Portalegre, no Oeste do Estado do Rio Grande do Norte, e, também, pelo Jornal Cidade Sorriso, editado a partir da Cidade de Novo Hamburgo, integrante da Região Metropolitana da Cidade de Porto Alegre, a capital do Estado do Rio Grande do Sul.

Veja mais na Revista Receptiva

Brasil, um país feito de emoções!

Com território continental repleto de belezas naturais, o Brasil é hoje um dos grandes polos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *