Home / Saúde & Beleza / Conheça os Diversos Tipos de Farinha

Conheça os Diversos Tipos de Farinha

Que tal substituir a farinha de trigo por outros tipos?

tipos-farinha

Tradicional, a farinha de trigo branca é usada em muitas receitas, dos empanados aos doces. Além do problema com celíacos, é um obstáculo na dieta de qualquer pessoa por ser fonte de carboidratos simples. Ela causa um pico elevado de glicemia no sangue, causando desequilíbrio e aumentando a chance de engordar.

Uma das maneiras de substituir a farinha branca é usar a versão integral, que tem mais nutrientes e não altera tanto o sabor da receita. No entanto, a ideia aqui é outra: quando você for preparar uma torta, um bolo ou qualquer receita com massa, procure experimentar com algum tipo de farinha diferente. Assim você estará experimentando novos sabores e usufruindo de muitos nutrientes que não estão presentes na farinha de trigo. Conheça alguns tipos de farinhas interessantes:

1. Farinha de Aveia

Muito utilizada, a farinha de aveia é excelente opção para ser usada em preparações integrais em razão do seu alto teor de fibras, que auxiliam no controle do açúcar no sangue e bom funcionamento do intestino. Contém vitaminas do complexo B, que atuam no processo de energia, e silício, que age na saúde da pele. Pode conter traços de glúten, pois normalmente é processada nos mesmos equipamentos da farinha de trigo.

2. Farinha de Arroz

A farinha de arroz é amplamente utilizada na culinária para quem tem intolerância ao glúten, pois é uma excelente substituta para a farinha branca e seus derivados. Pode aparecer também na versão integral, tão boa quanto a branca, já que ambas apresentam índice glicêmico bem baixo.

3. Farinha de Amêndoa

farinha-amendoa

Contém vitamina E, proteínas e gorduras saudáveis, famosas da castanha. Fica ótima como substituta para empanar frango, peixe, fazer almôndegas, bolos e até pode substituir a farinha branca de panquecas e biscoitos, em ¼ da quantidade. É preciso guardar na geladeira e cuidar para não oxidar.
4. Farinha de Coco

A mistura curiosa de fibras com gordura, da própria fruta, torna a farinha de coco um ingrediente interessante nas receitas de bolos. Não contém glúten e apresenta muito mais fibras do que a versão em óleo de coco, sendo uma ótima escolha. Pode ser misturada com a farinha de arroz, que dá a consistência da massa.

5. Farinha de Banana Verde

A banana verde tem aparecido em diversas receitas e de muitas maneiras, incluindo a versão da farinha. Ela estimula a flora intestinal, eliminando aquela sensação de inchaço do dia a dia. Se quiser, faça iogurtes, vitaminas e bolos acrescentando a farinha de banana verde no preparo.

6. Farinha de Berinjela

É rica em nutrientes e tem uma boa quantidade de fibras que, aliadas ao consumo diário de água, ajudam a dar saciedade para o corpo e evita aquela necessidade de comer um docinho. Por ser bem versátil, a farinha de berinjela pode ser combinada com a de trigo, ou outra que tenha boa fermentação, para incrementar qualquer receita.

7. Farinha de Centeio

farinha-de-linhaça

Bem conhecida por seu uso nos pães, a farinha de centeio traz vantagens para a digestão e também para a conversão do açúcar em gordura, que pode ser retardada pelo grão. Bem famosa em receitas integrais, o centeio deve ser usado com parcimônia pelos celíacos, já que pode apresentar traços de glúten.

8. Farinha de Linhaça

A farinha de linhaça possui lignanas, compostos benéficos que atuam no controle da TPM (tensão pré-menstrual), além de ser rica em fibras, vitaminas e minerais. Massas de bolos, tortas e empanados podem ser incrementadas com a farinha, além de ficar ótima com frutas e saladas. Essa farinha é sensível e fácil de se oxidar, por isso é importante comprar em locais de boa procedência.

9. Farinha de Chia

Rica em proteínas de fácil digestão e fibras, a farinha de chia aumenta a sensação de saciedade. A farinha de chia é rica em nutrientes de ação antioxidante, proteínas e bastante fibras, sendo ótimas para preparar pães, bolos, tortas e incluir nas saladas, iogurtes e vitaminas, garantindo uma boa dose de energia para o dia.

10. Farinha de Feijão Branco

A farinha de feijão-branco é rica em faseolamina, uma proteína que reduz a absorção de carboidratos. O importante do consumo dessa farinha é não levá-la ao fogo na hora de fazer em casa, senão, ela perde as propriedades da substância. Polvilhe-a em frutas, saladas, sucos e iogurtes.

11. Farinha de Maracujá

farinha-maracuja

As farinhas de frutas, como a de maracujá, contam com mais vitaminas e minerais por serem feitas com a fruta inteira, da casca à semente. Para quem não tem sempre uma porção diária de frutas disponível, utilizar a farinha é uma ótima maneira de balancear a dieta. Essa farinha é conhecida por equilibrar os níveis de glicose no sangue.

12. Farinha de Quinoa

Rica em proteínas vegetais, a farinha de quinoa é ótima opção para ser acrescentada a preparações, como bolos, pães e massas. Possui vitaminas do complexo B, que agem no fornecimento de energia e disposição ao organismo.

13. Farinha de Semente de Uva

A farinha de uva é rica em fibras solúveis, o consumo regular, com água, ajuda a regular o intestino. Também tem efeitos importantes sobre a saciedade. A indicação de uso da farinha de uva é que sejam usadas até 3 colheres diárias, de modo fracionado. Pode ser usada no preparo de  bolo, vitaminas, sucos, iogurte e até em pratos salgados.

14. Farinha de Amaranto

É uma farinha mais escura, o tipo é indicado para bolos de chocolate, cookies ou pães escuros. Assim como o grão, a farinha é rica em proteínas, fibras e altamente indicada para gestantes. Isenta de glúten.

 

Veja mais na Revista Receptiva

refri

Organização Mundial da Saúde pede que governos aumentem impostos sobre bebidas açucaradas para combater a obesidade

A OMS (Organização Mundial da Saúde) pediu nesta terça-feira (11) aos governos que aumentem os ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *