Home / Vinhos e Vinícolas / ABE comemora o desempenho dos vinhos nacionais em 2016

ABE comemora o desempenho dos vinhos nacionais em 2016

Produtos brasileiros somam 338 premiações em mais de 20 concursos internacionais realizados neste ano

No que se refere à promoção do vinho brasileiro, a Associação Brasileira de Enologia (ABE) encerra 2016 erguendo 338 brindes em comemoração às premiações recebidas por produtos nacionais no decorrer do ano. Foram 168 medalhas de Ouro, 115 de Prata e 22 de Bronze – além de 33 diplomas com variados reconhecimentos – oriundos de mais de 20 concursos internacionais. Desde 1995, quando a entidade começou o trabalho de centralização e envio de amostras aos concursos, 3.371 vinhos e espumantes levaram o nome e os terroirs do Brasil a países de diversos continentes, destacando o potencial da produção nacional.

De acordo com o presidente da ABE, enólogo Juliano Perin, a atividade de promoção do vinho brasileiro envolve trabalho e dedicação intensos. “Auxiliamos as vinícolas a participarem dos concursos e apostamos na constante qualificação dos enólogos, sempre em busca de aperfeiçoamentos para o setor vitícola. O resultado desse empenho se reflete no número de premiações, mostrando que estamos no caminho certo”, comemora.

Além de amostras, o Brasil também marca presença em importantes concursos internacionais com a participação de enólogos como degustadores, o que para Perin também simboliza uma conquista. “A presença de especialistas brasileiros em concursos internacionais demonstra que não só a qualidade da nossa produção tem potencial como temos profissionais capacitados e reconhecidos pelo trabalho que desenvolvem junto ao mundo dos vinhos”, comenta o presidente da ABE.

Os concursos Vinalies Internationales e Effervescents du Monde, ambos da França, e o concurso International Wine Challenge, de Londres, são alguns dos grandes eventos nos quais os produtos brasileiros brilharam entre os destaques. Mas um dos eventos mais importantes foi o 8º Brazil Wine Challenge, realizado pela ABE e pela revista Adega, que concedeu 114 medalhas a vinhos e espumantes nacionais.

E as perspectivas da ABE para 2017 continuam com foco na capacitação do enólogo e na promoção do vinho brasileiro. “Uma nova diretoria vai assumir a associação, liderada pelo enólogo Edegar Scortegagna, que pretende dar continuidade ao que a entidade já fez e deu certo, bem como conceder um olhar diferenciado e atento para as ações que nos dispusermos a promover”, finaliza Perin.

 

Sobre a ABE

Em quatro décadas de atuação, a ABE mantém trabalho e dedicação vigorosos em prol da qualificação dos enólogos, além de assumir o importante papel de romper barreiras na promoção do vinho brasileiro.

Com agenda viva e abundante, a ABE cruzou 40 safras realizando cursos, palestras, visitas técnicas, degustações temáticas, grandes eventos como o Brazil Wine Challenge (único no Brasil com chancela da Organização Internacional da Uva e do Vinho e da União Internacional de Enólogos), o Concurso do Espumante Brasileiro, o Congresso Latino-Americano de Viticultura e Enologia e a Avaliação Nacional de Vinhos – além da publicação anual Revista Brasileira de Viticultura e Enologia. Desse modo, a entidade leva os vinhos e espumantes brasileiros para todos os continentes, ampliando a visibilidade da produção nacional, hoje repleta de medalhas.

 

Fotos: Jeferson Soldi –  Fonte: ConceitoCom

Veja mais na Revista Receptiva

O 28º FestiQueijo inicia nesta sexta em Carlos Barbosa.

Com o tema “Venha Festiqueijar”, pelo segundo ano consecutivo o festival terá cinco finais de ...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: