Home / Empresas / Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário

Empresa vai operar com balsas capazes de transportar até 100 passageiros sentados. No início, terá 12 pontos de parada, divididos entre dois Municípios. Sistema agrega soluções voltadas à preservação do meio ambiente. Em futuro breve, propulsão será à base de motores elétricos.

 

Ecobalsas: mobilidade urbana e respeito ao meio ambiente

 

As águas da Baía de Vitória, verdadeiro cartão postal no entorno da Cidade de Vitória, capital do Estado do Espírito Santo, está para ganhar uma solução de mobilidade urbana em modal aquaviário e trazendo diferenciais de tecnologia e respeito ao meio ambiente.

Sob a denominação social de Ecobalsas Espírito Santo, traz para terras capixabas know how adquirido em mais de uma década ininterrupta de operação, sem qualquer acidente, na bela Zona Oeste da Cidade do Rio de Janeiro, a capital do Estado do Rio de Janeiro.

Atualmente, 17 embarcações atendem 11 rotas na região da Barra da Tijuca e Lagoa de Mangaratiba. Trafegando inclusive por mar aberto, permitem, por exemplo, a ligação da Estação Jardim Atlântico do metrô com diversos outros pontos daquele extenso litoral.

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário
O sistema a ser oferecido pela Ecobalsas traz para o Estado do Espírito Santo um know how adquirido em mais de uma década ininterrupta de operação, sem qualquer acidente, na bela Zona Oeste da Cidade do Rio de Janeiro, a capital do Estado do Rio de Janeiro

 

Ecobalsas: acessibilidade para cadeirantes, bicicletas e área pet

 

As ecobalsas são plataformas sobre três cascos — chamadas trimarãs —, com14 metros de comprimento e seis de largura, capazes de transportar até 100 passageiros sentados, setor para receber cadeirantes com total segurança, espaço para 32 bicicletas e área pet.

O deslocamento se dá com motores de popa a gasolina, classe cinco estrelas em termos de sustentabilidade. Veja: ônibus padrão, a diesel, joga no ar 136 gramas de Dióxido de Carbono — CO2 — por passageiro transportado num quilômetro; ecobalsa, apenas seis.

Apesar da vantagem substancial, em prazo curto a impulsão será elétrica. Sistema para captação de energia solar sobre toldos nas áreas de acomodação de passageiros geram força suficiente para atender com sobras as necessidades de energia elétrica a bordo.

Esta força é utilizada no funcionamento dos equipamentos de navegação, iluminação interna, iluminação externa e outras necessidades. Acumulada em baterias, contribui para reduzir consumo de água nas hidrelétricas e combustíveis fósseis nas termelétricas.

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário
As ecobalsas são plataformas sobre três cascos — chamadas trimarãs —, com14 metros de comprimento e seis de largura, capazes de transportar até 100 passageiros sentados, setor para receber cadeirantes com total segurança, espaço para 32 bicicletas e área pet

 

Ecobalsas: redes especiais sob cascos recolhem resíduos sólidos

 

Sob os cascos, durante a navegação, redes especiais vão recolhendo resíduos sólidos em suspensão nas águas, principalmente garrafas PET, latas de alumínio e sacos plásticos. A Ecobalsas Espírito Santo fechou dois acordos para reaproveitamento destes materiais.

Um, com a Vitória Ambiental, para reciclagem ou envio a aterro sanitário. Outro, com a ONG internacional 4Ocean, voltada à transformação de plástico retirado de oceanos em criativas pulseirinhas especiais, comercializadas mundo afora por US$ 20,00 cada uma.

Os recursos obtidos serão revestidos em recuperação ambiental na Baía de Vitória. Um exemplo: numa viagem experimental de 10 quilômetros, da Prainha, na Cidade de Vila Velha, até Ilha das Caieiras, na Cidade de Vitória, foram recolhidos 110 quilos de lixo.

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário
Redes sob cascos das embarcações capturam resíduos sólidos boiando nas águas durante a navegação. Numa viagem experimental de 10 quilômetros, entre Prainha, na Cidade de Vila Velha, e Ilha das Caieiras, na Cidade de Vitória, recolheram 110 quilos de lixo

 

Ecobalsas: ecotáxis serão outra alternativa a ser oferecida

 

A empresa vai operar também ecotáxis, embarcações menores, com capacidade para até seis pessoas. Com menor calado e maior mobilidade, poderão embarcar e desembarcar passageiros em pontos de parada fora da grade proposta para a operação das ecobalsas.

Tanto os primeiros quanto as segundas superam em muito o mínimo exigido em termos de segurança no território nacional: bússola magnética, GPS, redundância no sistema de comunicação, coletes salva-vidas, balsa de abandono, infraestrutura anti-incêndio etc.

A sustentabilidade econômica do projeto se dará sob quatro eixos principais de atuação: transporte urbano de passageiros, deslocamento de funcionários de empresas instaladas às margens da Baía de Vitória, roteiros turísticos e programas de educação ambiental.

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário
Todas as embarcações da Ecobalsas superam em muito o mínimo exigido em termos de segurança no território nacional: bússola magnética, GPS, redundância no sistema de comunicação, coletes salva-vidas, balsa de abandono, infraestrutura anti-incêndio etc.

 

Ecobalsas: bilhetagem por aplicativo para dispositivo móvel

 

A bilhetagem do primeiro acontece a partir de aplicativo para dispositivo móvel, com assinaturas diárias e mensais. A pessoa paga um valor fixo, podendo utilizar o sistema tantas vezes quantas quiser dentro do período estabelecido no momento da contratação.

O segundo obedecerá a contratos específicos, definidos caso a caso, segundo volume de pessoas a serem transportadas, distâncias médias dos trajetos, quantidade de viagens a cada dia, períodos de utilização, integração com modais rodoviários e outros detalhes.

Passeios serão disponibilizados de acordo com a procura pelos mesmos, podendo haver a integração com roteiros já existentes, como este, recentemente implantado, do ônibus open sky já circulando pelos atrativos da Cidade de Vila Velha e da Cidade de Vitória.

Um destes circuitos será diferenciado, pois vai fazer o contorno na Ilha de Vitória. Para tanto, algumas ecobalsas terão calado especial e altura menor, tornando possível cruzar sob as duas estruturas compondo a Ponte de Camburi, a mais baixa das seis existentes.

Os programas de educação ambiental são destinados, fundamentalmente, aos alunos das escolas privadas ou públicas de formação básica. Eles poderão ser oferecidos, inclusive, por patrocinadores, principalmente a estudantes vindos de áreas mais carentes da região.

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário
A bilhetagem do transporte coletivo público será feita por aplicativo para dispositivo móvel, com assinaturas diárias e mensais. A pessoa paga valor fixo, podendo utilizar o sistema tantas vezes quantas quiser dentro do período estabelecido na contratação

 

Ecobalsas: leis antigas e burocracia excessiva atrasam implantação

 

Este inovador modal marítimo de transporte público urbano já poderia estar a serviço da população e dos turistas visitando a região, não fossem inúmeros obstáculos impostos a todo instante por burocracia demasiada, legislação defasada e infraestrutura inadequada.

Leis nascidas durante a era das caravelas, decretos coerentes com a época dos canhões carregados pela boca — estilo Terrenos de Marinha —, normas harmoniosas aos tempos do papel — e do carimbo, e do papel carimbado — atrasam estupidamente este futuro.

Quer exemplo mais claro desta situação absurda, confusa, ilógica — retratando, com perfeição, este universo kafikaniano: uma norma vigente no Brasil impede os barcos de passageiros terem apenas motores elétricos. Precisa de pelo menos um de combustão.

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário
Leis nascidas durante a era das caravelas, decretos coerentes com a época dos canhões carregados pela boca — estilo Terrenos de Marinha —, normas harmoniosas aos tempos do papel — e do carimbo, e do papel carimbado — atrasam estupidamente este futuro

 

Ecobalsas: empreendedores elogiam esforços dos gestores públicos

 

Enquanto, mundo afora, cobram-se e impõem-se padrões século XXI, anos 2000, o Brasil teima em se manter no XIX, anos 1800. Isto explica os empreendedores estarem com equipamentos parados cerca de um ano, sem perspectiva de solução no horizonte.

Eles ressaltam a boa vontade de todos os gestores públicos envolvidos no processo, nos âmbitos municipal, estadual e federal. Apesar dos esforços pessoais de cada um deles, acabam com mãos atadas, ao esbarrar em limitações sobre as quais não têm autoridade.

Além de um investimento inicial de R$ 6 milhões sendo depreciado sem gerar receitas, vêm arcando com cerca de R$ 400 mil mensais em despesas como salários, obrigações sociais, combustíveis, seguros, manutenção… — e, mesmo assim, mantém-se otimistas.

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário
Enquanto, mundo afora, cobram-se e impõem-se padrões século XXI, anos 2000, o Brasil teima em se manter no XIX, anos 1800. Isto explica os empreendedores estarem com equipamentos parados cerca de um ano, sem perspectiva de solução no horizonte

 

Ecobalsas: malha inicial prevê 12 pontos de embarque e desembarque

 

Enquanto aguardam a construção e liberação de embarcadouros públicos, capazes de atender inclusive concorrentes, a empresa vai usar sistemas próprios, constituídos por flutuantes estacionados em pontos específicos, unidos à terra através de pontes móveis.

O planejamento inicial da empresa prevê atender 12 locais: três na Cidade de Vila Velha; nove na Cidade de Vitória. Apesar de escolhidos para atender o transporte público, todos são também pontos turísticos bastante procurados pelos visitantes.

Eles estão relacionados a seguir:

Cidade de Vila Velha
Cidade de Vitória
  • Praça do Papa
  • Hortomercado da Enseada do Suá
  • Ilha da Fumaça
  • Avenida Alberto Torres — próximo à antiga parada do Aquaviário
  • Cais dos Catraieiros — próximo à Praça Pio XII, no Centro
  • Rodoviária
  • Tancredão — próximo ao Sambão do Povo
  • Basílica Santuário de Santo Antônio
  • Ilha das Caieiras

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário
Enquanto aguardam a construção e liberação de embarcadouros públicos, capazes de atender inclusive concorrentes, a empresa vai usar sistemas próprios, constituídos por flutuantes estacionados em pontos específicos, unidos à terra através de pontes móveis

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário
A Ecobalsas vai operar também ecotáxis, embarcações menores, para até seis pessoas. Com calado reduzido e maior mobilidade, poderão embarcar e desembarcar passageiros em pontos de parada fora da grade inicial já proposta para a operação das ecobalsas

 

Ecobalsas: mais imagens do inovador sistema de mobilidade urbana

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário

 

Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário

 

 

Material produzido produzido originalmente para o Jornal Turismo & Serviços, publicação localizada na Cidade de Vila Velha, situada no litoral do Estado do Espírito Santo.

As repetição da expressão “Ecobalsas” é intencional. Ela compõe a principal palavra-chave do conteúdo. Colocá-las várias vezes na postagem faz parte das técnicas de Search Engine Optimization — SEO, ou otimização para ferramentas de busca, ajudando a destacar o trabalho na lista apresentada quando se pesquisa com BingGoogle ou Yahoo!.

O post “Baía de Vitória vai ganhar moderna solução de mobilidade urbana em modal aquaviário”  pode apresentar erros. Sendo apontados, reeditarei o material com as correções.

Todas as fotos têm origem identificada. Se o autor de algumas delas discordar do seu uso, basta avisar que será substituída.

Matéria republicada nos seguintes veículos:

• Facebook do Jornal Cidade Sorriso, da Cidade de Porto Alegre, capital do Estado do Rio Grande do Sul;

• Blog do Jornal Passaporte, da Cidade de Belém, capital do Estado do Pará; e,

• Link de notícias do site da Associação de Jornalistas e Blogueiros do Brasil — Ajobtur.

Veja mais na Revista Receptiva

Café Colonial, valorizando culinária típica dos imigrantes alemães, tornou-se um dos mais importantes ícones do turismo na Cidade de Canela e na Cidade de Gramado

Origem desta modalidade de refeição remonta ao final do século XIX, anos 1800. É das ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *