Home / Saúde & Beleza / Ortodontia trata a “mordida incorreta”

Ortodontia trata a “mordida incorreta”

mordida aberta_17748_44255Dr. Sérgio Scarpini, ortodontista do Grupo Saúde Especializada, explica que ortodontia é a área dentro da odontologia responsável pelo diagnóstico, prevenção e tratamento das alterações faciais e dentárias conhecida popularmente como “mordida incorreta”. O ortodontista é o profissional capacitado que dispõe dos conhecimentos profundos sobre a movimentação dos dentes, crescimento facial e os demais fatores que influenciam no surgimento e no tratamento de um problema ortodôntico. Para isso, o especialista deve concluir o curso de pós-graduação, de no mínimo dois anos de duração, em uma instituição reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação) e pelo Conselho Federal de Odontologia.

O tratamento ortodôntico não tem limitação de idade, pois tanto em crianças como em adultos, o processo de movimentação dos dentes é igual. A importância está na avaliação dentária, das gengivas e estrutura óssea. Os problemas ortodônticos podem ser de origem genética como desarmonias ósseas ou ausência, excesso ou tamanho anormal dos dentes. Existe também a possibilidade dos problemas serem adquiridos por hábitos prejudiciais como uso prolongado de chupeta ou perda precoce dos dentes de leite e permanentes.

De acordo com Sérgio Scarpini, o tempo desse tratamento varia de doze a trinta e seis meses, dependendo da evolução do caso, do grau de colaboração do paciente e da frequência às consultas. Após a instalação do aparelho, o paciente pode sentir dor ou desconforto nas primeiras 72 horas. Após esse período os dentes iniciam a sua movimentação e o desconforto desaparece. É importante evitar alguns tipos de alimentos duros ou pegajosos como pipoca, amendoim, pé de moleque, frutas inteiras, balas, chicletes com açúcar, para não danificar o aparelho.

Além de ser a especialidade mais antiga da odontologia, a ortodontia é a responsável por proporcionar o alinhamento correto dos dentes, o que traz a harmonia facial e contribui na saúde bucal, além de garantir a satisfação estética.

Fonte:
Aline Wolff da Fontoura
Diretora de Jornalismo, Assessora de Imprensa – MTB/RS 12.406
Foto: Internet/divulgação

Veja mais na Revista Receptiva

refri

Organização Mundial da Saúde pede que governos aumentem impostos sobre bebidas açucaradas para combater a obesidade

A OMS (Organização Mundial da Saúde) pediu nesta terça-feira (11) aos governos que aumentem os ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *